Cena de Jurassic Park, que vai ganhar homenagem em Jurassic World 3 (Imagem: Divulgação)

Confirmada no elenco de Jurassic World 3, Lauren Dern contou em entrevista ao Games Radar sobre o quanto está empolgada para participar do novo filme da série de filmes sobre dinossauros.

“Estou muito animada para ver como tudo irá se conectar. Eu sei que Colin [Trevorrow, o diretor], Steven Spielberg, e toda a equipe estão preparando algo especial. Será uma homenagem ao filme original, vai ser muito bonito e realmente incrível”, afirmou a estrela que foi confirmada no time junto com Sam Neill e Jeff Goldblum.

O enredo do novo filme da franquia ainda permanece sob sigilo, entretanto, informações dão conta que novas atualizações devem surgir em breve e revelar mais detalhes sobre a trama.

Produzida pela Universal Pictures, a produção tem previsão de lançamento para chegar nos cinemas, no dia 11 de junho de 2021. O roteiro da nova aventura da saga de sucesso será assinado por Emily Carmichael (‘Círculo de Fogo: A Revolta‘), que está à frente do texto junto com Colin Trevorrow, que também está responsável pela direção e em entrevista recente ao site especializado Jurassic Outpost contou detalhes sobre este novo capítulo.

“Não tenho ideia do que motivaria os dinossauros a destruir uma cidade. Eles não são organizados. Na vida real temos predadores letais que vivem nos arredores de áreas urbanas que não entram nas cidades para caçar humanos. O mundo que estou ansioso para criar é onde seja possível encontrar rotineiramente um dinossauro cruzando estradas ou um que invada seu quintal à procura de comida. Nós simplesmente não entramos em guerra com os animais. A teríamos perdido há muito tempo”, descreveu.

Trevorrow ainda creditou a boa recepção tanto do público quanto da crítica especializada sobre Jurassic World: Reino Ameaçado ajudou nesta nova produção.

“Nós viramos para um lado mais sombrio de ‘Jurassic Park‘ naquele roteiro. O primeiro filme era uma aventura colorida e pop, já no segundo resolvemos explorar o lado feio da humanidade e o tratamento cruel com animais. Mas acho que Bayona, o diretor, nos deteve de ir longe demais, o que é algo bom. Ele abraçou os elementos sombrios, mas adicionou humor na aventura. A ideia de tornar a venda dos dinossauros em um leilão para os super ricos também foi dele. Na versão original, era algo bastante clandestino e sujo. Acho que a versão que foi para o filme funciona melhor para as crianças. Foi uma grande vantagem termos ele no time.”

Comentários

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui