Justin Harltley dirige episódio de This Is Us e dá spoiler imperdível

This Is Us (Imagem: Divulgação)

This is Us está chegando ao final de sua quarta temporada, e o episódio que finaliza o arco será focado em Kate e dirigido por Justin Hartley, que interpreta Kevin na série. Ele conversou com o site TV Insider e falou sobre os rumos da família Pearson após a crise que se abateu sobre ela nesta fase da história.

“Esse episódio meio que estabelece as bases para outro tipo de ponto de interrogação sobre quem é essa mulher misteriosa? Quem é a mamãe bebê de Kevin? Então você continua adicionando novas pessoas à dobra. Mas acho que descobriremos muito sobre Kevin. Vamos ver Kevin no restante deste ano e talvez até no próximo ano, também encarando coisas e fazendo coisas que nem imaginávamos que ele pudesse fazer antes. Mas tudo faz total sentido”, explicou.

Questionado sobre as conexões do personagem com as mulheres, já que raramente suas relações dão certo, o ator faz mistério sobre um possível envolvimento de Kevin com Madison (Caitlin Thompson). “Não quero revelar nada. Todas as pessoas que entram em contato com ele estão agora sob uma luz diferente. Ele está tratando essas pessoas de uma maneira muito diferente do que costumava fazer. E isso não só com as mulheres, com todos, seus amigos, familiares, e pessoas novas. É assim que ele está processando tudo agora, então podemos afirmar que cada pessoa que ele conhece pode ser um relacionamento em potencial”, disse ele.

Se durante esta temporada de This Is Us, o público pôde acompanhar episódios inteiramente dedicados a Kevin e sua relutância em abandonar coisas de seu passado que já não fazem mais sentido, ou às crises de ansiedade de Randall, o episódio focado em Kate será sobre sua forma de se relacionar. “É sobre isso, e também uma reconexão de Kate com sua mãe. É um relacionamento que nunca foi fácil, e todos poderão ver um lado diferente desta vez”.

Sobre o trabalho de direção, Justin explica que ele nunca diz que ele próprio dirigiu algo pois sempre se apoia na visão e experiência de todos os profissionais envolvidos. “Todos os atores dirigiram. Estávamos trabalhando em equipe. Mas nós realmente fizemos algo especial. Essas pessoas, Mandy [Moore], Chrissy, Milo [Ventimiglia], Chris Sullivan, todas essas pessoas, eram incríveis. Mas é interessante ver isso de uma perspectiva diferente. Para estar atrás dos monitores e assisti-lo à distância, em vez de estar em cena, você realmente assiste a essas performances incríveis e a cenas brutas, que ainda não foram pontuadas, e são apenas reais, honestas e surpreendentes”.