Katherine Langford fala sobre ser cortada de Vingadores: Ultimato

Cena deletada de Vingadores: Ultimato (Reprodução / Marvel)
Cena deletada de Vingadores: Ultimato (Imagem: Reprodução/ Marvel)

Ainda em 2018, Katherine Langford foi escalada para um papel misterioso em Vingadores: Ultimato. No entanto, quando o filme chegou aos cinemas, ela não estava lá. Posteriormente, foi revelado que a atriz interpretou Morgan, a filha de Tony Stark (Robert Downey Jr.) em um cena cortada da edição final, que dividiu a opinião dos fãs quando divulgada.

Em entrevista concedida ao Collider, para promover seu novo filme de terror cômico “Spontaneous“, a atriz falou sobre como se sentiu ao ter sido cortada do longa da Marvel. Ao contrário do que muitos podem pensar, Langford não tem ressentimento. “As pessoas ficam tipo, ‘Oh, você está chateada? Você está qualquer coisa?’ E eu pensei, ‘O que for melhor para o filme’. Porque no final do dia, eu preferia ter a experiência de estar em um filme realmente bom do que estar em um filme apenas por estar nele se não funcionar”, afirmou.

A atriz acrescentou: “Você não quer estar em algo e depois ser o polegar dolorido que se destaca. E eu não me sentia assim e os irmãos Russo não se sentiam assim. Mas, você sabe, nós fizemos uma cena muito sentimental e algo que foi realmente lindo e um presente para os fãs, eu acho, e é por isso que eles incluíram e basicamente o lançaram, é porque para os fãs que realmente amam a Marvel , foi um pequeno extra agradável, suave, uma coisinha deliciosa para eles digerirem. Mas, você sabe, é o final do filme e realmente não fazia sentido, e eles me mandaram mensagens de texto e eu conversei com outras pessoas e eu pensei, ‘Sim, honestamente, o que for melhor para o filme no fim do dia'”.

Katherine Langford, por fim, declarou como ficou contente com a oportunidade. “Estou feliz que as pessoas que quiseram ver e realmente pediram para ver, conseguiram ver. E, para mim, sim, estar nesse tipo de filme, a experiência é, honestamente, essa é a principal vantagem de ser capaz de fazer isso”, disse.

 

 

Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), apaixonada por literatura, cartas e pela magia do cinema. Escritora de histórias e trajetos dos amores.