Notícia bombástica envolvendo passado de Keanu Reeves vem à tona

Keanu Reeves em O Observador
Keanu Reeves em O Observador (Reprodução)

Keanu Reeves é um dos atores mais queridos de Hollywood. Tão querido que é difícil vê-lo em muitos papéis como vilão, justamente porque os produtores acreditam que ele seja tão carismático que ficaria complicado não torcer para ele. Com um longo currículo, nem todos os filmes foram uma alegria para ele, é o caso de O Observador, em que ele vive um serial killer charmoso.

Para muita gente, o ator não deu o seu melhor na interpretação naquela ocasião, mas tudo isso teve um motivo: ele não queria estar no filme, e foi enganado para fazê-lo. Tudo aconteceu quando o astro prometeu ao seu até então amigo, Joe Charbanic, diretor do filme, que faria uma pequena participação para usar seu nome já conhecido para que o amigo conseguisse maior financiamento.

O plano deu certo, e o nome de Reeves fez com que o filme conseguisse ter um orçamento de 30 milhões de dólares, só o que deu errado é que o roteiro foi reescrito para que seu personagem que seria uma ponta, passasse a ser o protagonista. Com isso, ele até considerou desistir do filme, mas foi aconselhado por sua equipe jurídica a não fazer isso.

O Observador, filme com Keanu Reeves
O Observador, filme com Keanu Reeves (Reprodução)

Os advogados usaram para convencê-lo, o caso de um ator que quebrou um acordo verbal e acabou entrando numa batalha judicial que se arrastou por anos. O ator topou fazer o filme, mas ficou Pê da vida quando descobriu que seus colegas de longa estavam ganhando 1 milhão cada para participarem (no caso Marisa Tomei e James Spader), e ele ganhava apenas uma verba de acordo com o sindicato dos atores.

A Universal resolveu fazer um acordo com Reeves: Ele não seria colocado no material de marketing do filme, e não seria chamado para nenhum evento do mesmo, contanto que esperasse um ano para revelar que teve problemas com a produção.

 

Comentários