Kerry Washington revela que só entendeu decisão de Shonda Rhimes sobre Scandal recentemente

Kerry Washington
Kerry Washington (Divulgação/ ABC)

Indicada ao Emmy por suas atuações na série limitada Little Fires Everywhere, do Hulu (disponibilizada pela Prime Video no Brasil) e no filme American Son, Kerry Washington, que viu a maternidade fazer parte de seus trabalhos recentes não teve essa mesma experiência quando estava realmente grávida e fazia parte da série Scandal. Em uma entrevista para o podcast da revista Variety, a atriz contou que não sabia como iria dar vida à personagem Olivia Pope, estando grávida na vida real, e chegou a implorar para que a showrunner e criadora do programa, Shonda Rhimes fizesse a protagonista engravidar.

Ao falar sobre o Black Lives Matter, que ganhou força há alguns meses com o assassinato de George Floyd, ela disse que todos os dias teme pelos homens que são importantes em sua vida, algo que se intensificou com a maternidade. “É impossível não me preocupar com os homens negros da minha vida no mundo. Meus primos, meu pai, meu marido. Essa é a realidade de amar uma pessoa negra na América, você se abre para a vulnerabilidade do perigo que os negros enfrentam todos os dias. Eu penso muito sobre isso porque lembro de implorar a Shonda [Rhimes] quando eu estava grávida, ‘Olivia Pope não poderia estar grávida?’ Porque eu pensei, ‘Como vamos esconder essa pessoa dentro de mim? Eu nem sei como fazer a Olivia Pope andar com um ser humano dentro de mim. E ela estava inflexível de que Olivia Pope não teria filhos”.

Segundo Kerry, ela só entendeu a decisão da patroa quando estava ensaiando para American Son, filme que conta a história de um ex-casal birracial que se une para procurar o filho desaparecido, depois de ele ter sido abordado injustamente pela polícia. “Olivia Pope não tinha vulnerabilidades. Fora de Fitz, ela era uma super-heroína. E apenas embutidos na maternidade negra estão o medo e a vulnerabilidade. E essa era uma camada de sua identidade que Shonda sabia que não era adequada para aquele personagem”, esclareceu.