Kevin Connolly, astro da série Entourage recebe grave acusação de colega

Kevin Connolly
Kevin Connolly (Reprodução)

O astro da série Entourage, Kevin Connolly está sendo acusado de agredir sexualmente uma figurinista numa festa que aconteceu em 2005 em Nova Iorque. A profissional Gracie Cox, que hoje trabalha como terapeuta de crianças, afirma que o ator e diretor de 46 anos a atacou durante a tal festa, segundo uma notícia publicada pelo jornal The Daily Beast.

“Estávamos na festa e não acho que eu estivesse lá por mais de uma hora quando Kevin se aproximou de mim e perguntou se eu iria fumar com ele”, disse Cox, que tinha 29 anos na época. Segundo ela, ele a conduziu por um corredor para uma suposta área VIP. “Assim que estávamos sozinhos nessa área, ele começou a me beijar. Eu não sabia como responder – mas antes que eu pudesse pensar no que fazer, ele me puxou para um daqueles pequenos estandes [laterais], puxou minhas calças e me virou, e dentro de pouco tempo, ele estava dentro de mim. Eu só estava em choque.”

Connolly, que não usava camisinha, teria jogado um travesseiro em Cox depois que ele terminou e pediu que ela se limpasse. “Ele então me disse que iria sair e esperar alguns minutos, porque não queria que ninguém nos visse juntos”, relatou ela, que contou ainda que estava tão atordoada, que Amy Westcott, figurinista chefe que a tinha contratado percebeu imediatamente que algo não estava certo: “Amy ficou imediatamente enfurecida e protetora e depois foi atrás de [Connolly]. Então eles tiveram uma discussão no meio da festa, gritando um com o outro. Depois Amy disse: ‘Vamos levá-la para casa’ e me colocou em um táxi”.

Connolly, que não foi acusado do suposto ataque, disse em comunicado emitido por seu advogado que “nega categoricamente” agredir Cox enquanto admite uma “falta de profissionalismo” de sua parte em relação ao encontro. “Kevin entende completamente o descontentamento de Amy com o ato consensual que ocorreu entre Kevin e Gracie há 15 anos, depois que a produção terminou e eles não estavam mais trabalhando juntos no filme”, ​​disse o advogado Marty Singer em comunicado ao The Daily Beast. “Kevin reconhece a falta de profissionalismo da parte dele, mas ela nega veementemente que foi algo além de um encontro consensual mútuo.”

Cox disse que lamenta não ter feito um kit de estupro após o suposto ataque, mas estava preocupada com seu futuro profissional na época. Ela procurou a advogada Gloria Allred em busca de ajuda, mas foi recusada porque o estatuto de limitações havia passado, segundo o relatório.

Ela disse que não tem mais medo de contar sua versão do encontro, apesar da popularidade de Connolly na indústria do cinema e de seus amigos de maior sucesso, como o ator Leonardo DiCaprio, que produziu The Gardener of Eden de 2007. “As pessoas que Connolly conhece têm muito poder. Quero que se saiba que ele é perigoso e que ele não fique mais impune”, disparou ela.