Kristen Stewart revela pressão para se rotular

Kristen Stewart
Kristen Stewart (Imagem: Divulgação)

Em conversa com a cineasta Clea Duvall para a revista InStyle, Kristen Stewart comentou a pressão para que se rotulasse sexualmente. Ela conta que tinha apenas 21 anos quando foi fotografada saindo com outra mulher. Na ocasião, acabara de estrelar a primeira parte de Amanhecer, da Saga Crepúsculo, e o assédio foi instantâneo.

“Senti uma pressão enorme, mas não foi colocada sobre mim pela comunidade [LGBT+]. As pessoas estavam vendo aquelas fotos, lendo esses artigos, diziam: ‘Ah, bem, eu preciso ser visto’.  Eu saía todos os dias sabendo que seria fotografada enquanto estivesse sendo carinhosa com minha namorada, mas não queria falar sobre isso”, recordou ela.

Stewart hoje se identifica como queer e revelou que não se sentia pronta para nada aos 21. “A primeira vez que namorei uma garota, imediatamente me perguntaram se eu era lésbica. E é tipo, ‘Deus, tenho 21 anos’. Não era porque me envergonhasse de ser abertamente gay, mas porque não gostava de me entregar ao público, de certa forma”, justificou.

Hoje seu pensamento é diferente: “A pressão adicional de representar um grupo de pessoas, de representar o queer, não foi algo que entendia até então. Só agora posso ver”. Em seu próximo filme “Happiest Season”, dirigido por Duvall, a atriz viverá uma protagonista lésbica. “Sou atraída por histórias e pessoas por um motivo e represento o que defendo”, declarou.

O trabalho é o primeiro que Kristen assume desde que declarou abertamente sobre a sua identidade de gênero e orientação sexual. “Acho que é importante assumirmos funções diferentes e no lugar de outras pessoas para realmente nos expandirmos, embora nunca ocupando espaço de pessoas que deveriam estar contando suas próprias histórias”, lembrou.

Cabe ressaltar que Kristen foi escalada também para viver a Princesa Diana, no filme que vai retratar os últimos momentos da princesa de Gales. O longa tem título provisório de Spencer, escrito por Steven Knigh e direção de Pablo Larraín.

Amante das diversas formas de expressão cultural. Viciado em séries, e sempre por dentro das últimas novidades do cinema. Ama dramas e sempre tenta dar uma oportunidade para as fantasias, distopias e os longas de ação e terror.