Liga da Justiça: Gal Gadot foi ameaçada por Joss Whedon ao recusar ESTA cena

Mulher-Maravilha (Gal Gadot) e Flash (Ezra Miller) em Liga da Justiça
Mulher-Maravilha (Gal Gadot) e Flash (Ezra Miller) em Liga da Justiça (Reprodução)

Talvez um dia, o mundo irá descobrir que Liga da Justiça foi o filme mais problemático da história, não apenas pela saída inesperada de Zack Snyder, e pela troca de roteiro, mas tudo o que aconteceu nos bastidores da produção. Na semana passada, Ray Fisher abriu uma grande caixa preta da polêmica, ao refutar um vídeo em que aparecia defendendo o diretor Joss Whedon.

Logo em seguida, o intérprete do Cyborg nos longas da DC revelou que o cineasta que substituiu Snyder era pouco profissional no set, e mantinha um comportamento abusivo, evitando assim maiores detalhes. Alguns atores que trabalharam com Whedon anteriormente chegaram a se manifestar publicamente, mas nenhum deles de Liga da Justiça. Na mensagem de Fisher, ele afirmava que o comportamento do diretor era endossado pelos chefes da DC, Jon Berg e Geoff Johns. O primeiro foi até as redes sociais, desmentir seu envolvimento, enquanto o segundo, preferiu não se manifestar.

Agora, uma história envolvendo Gal Gadot veio à tona através da Youtuber Grace Randolph, especialista em acontecimentos cinematográficos. “Eu duvido que a gente consiga detalhes de Ray Fisher, mas aqui está uma história: Gal Gadot não queria filmar essa cena, então Whedon fez ela com uma dublê. É por isso que você não pode ver seu rosto”, diz ela ao mostrar uma foto do momento em que o Barry (Ezra Miller), cai acidentalmente sobre o corpo de Diana e acaba tocando em seu seio.

“Não esqueça de adicionar que ele a trancou em uma sala e ameaçou sua carreira caso ela não participasse da cena. Isso é muito importante e não deve ser omitido”, disparou o fotógrafo Jason Laboy em um comentário da postagem. Quando Joss Whedon entrou em Liga da Justiça, tendo em sua bagagem a direção do primeiro Vingadores (2011), ele foi apresentado pela Warner como sendo amigo pessoal de Snyder, que daria os retoques finais ao projeto já pronto, o que não aconteceu, já que ele mudou todo a história do longa, prejudicando inclusive o enredo de alguns personagens, como Cyborg. A versão de Snyder será disponibilizada pelo HBO Max no ano que vem.