Lindsay Lohan não aparece para gravações de série da Hulu

Lindsay Lohan (Divulgação)
Lindsay Lohan (Divulgação)

Na sexta-feira (28), estreou a segunda temporada da série Ramy, do serviço de streaming Hulu. Para marcar a data, o humorista e escritor Ramy Youssef de um uma entrevista para o site Entertainment Weekly onde revelou que Lindsay Lohan participaria da nova temporada, contudo, ela não apareceu para as gravações.

Na entrevista, o criador da série contou que Lindsay iria aparecer em uma cena junto com a ex-atriz pornô Mia Kahlifa. Ele disse: “Nós estávamos interessados na ideia de trazer pessoas que você não pensa que são muçulmanas”. E acrescentou: “Eu conversei com Lindsay e ela topou, e então, nós meio que paramos de ouvir sobre dela”.

Youssef ainda comentou que a atriz que a produção fez diversas ligações para a atriz, mas ela não atendeu nenhuma chamada. “Acho que ela não ia conseguir fazer. Não sei, ela nunca mais falou comigo”, ele completou. Contudo, Ramy Youssef ainda tem esperança que Lindsay Lohan apareça na terceira fase do seriado, caso ela ainda tenha interesse. Ele finalizou: “Ela é uma das minhas muçulmanas favoritas”.

Ramy é uma série de comédia e drama que acompanha um jovem americano de raízes egípcias que tenta encontrar a espiritualidade em meio a um conflito político no bairro em que mora na Nova Jersey. O elenco conta com Ramy Youssef, Mohammed Amer, Dave Merheje, Stephen Way, Hiam Abbass, Que Calamawy, Amr Waked, Laith Nakli, Poorna Jagannathan, Rosaline Elbay, Shadi Alfons e Kate Miller.

Confira alguns comentários sobre a primeira temporada de Ramy:

“A escrita é rica e em camadas, as referências são atuais … e ‘Ramy’ explora tópicos e temas que parecem silenciosamente revolucionários” – Adam Graham, Detroit News.

“Ramy executa suas narrativas masculinas com inteligência e precisão. É lamentável que, até agora, o programa não consiga demonstrar que as histórias de mulheres muçulmanas podem ser mais do que uma tela simpática de sonhos não realizados” – Shamira Ibrahim, The Atlantic.

“Ramy é uma comédia, e é uma boa, mas sua clara prioridade é fazer com que as piadas surjam dos personagens sendo tão cuidadosamente desenhados, e da visão de mundo tão francamente explorada” – Allison Shoemaker, RogerEbert.com.