Penny Dreadful: City of Angels/Reprodução
ANÚNCIO

O derivado de Penny Dreadful, intitulado City of Angels ganhou novo trailer divulgado pelo canal Showtime, nele a cidade de Los Angeles é tomada por conflitos.

As imagens divulgadas revelam que a série situada no final dos anos de 1930, irá abordar a ascensão do nazismo, conflitos raciais, escândalos de corrupção e, munida de cenas à lá “Chinatown”, na qual vai contar com bastante mistério.

A nova série marca uma grande virada na marca de Penny Dreadful, não só
trocando a atmosfera vitoriana da produção original para abraçar a América, em um de seus períodos mais sombrios, no qual o país saía da Grande Depressão, como o
enredo deixa para trás suas influências mais eurocêntricas, e abraça a cultura mexicana como fundo para a mitologia da série.

A trama deve ser focada nos seguidores da “Santa Muerte”,  um dos muitos sincretismos religiosos que, como a adoração à Santa Anastácia no Brasil, está imerso nas raízes do México e se encontra popular até hoje.

Os episódios serão escritos por John Logan, mesmo autor da série original. Além disso, o elenco conta com Natalie Dormer, Daniel Zovatto, Adriana Barraza,
Jessica Garza, Jonathan Nieves e Nathan Lane. City of Angels deve estrear em 26
de abril nos Estados Unidos.

Natalie Dormer

Em entrevista recente durante uma sessão de Perguntas e Respostas promovida pelo canal Showtime, Natalie Dormer, intérprete da vilã no spin-off, falou sobre a personagem. “[O criador] John Logan me deu um enorme presente para brincar com as diferentes iterações [de Magda]. No trailer, você vê duas delas, mas há mais. Você precisa assistir para ver mais. E eu tive um tempo incrível tecendo uma antagonista diferente”, contou ela.

Criador da série original, John Logan já havia comentado sobre as mudanças que a derivada iria sofrer, em relação a original: “Penny Dreadful: City of Angels terá uma consciência social e história que nós escolhemos não explorar na história de Londres. Vamos lidar com problemas políticos, sociais, religiosos e raciais bem específicos do mundo real. Em 1938 Los Angeles estava enfrentado sérias perguntas sobre seu futuro e sobre sua alma. Nossos personagens precisarão fazer o mesmo. Não existem respostas fáceis.”

Comentários

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui