Malévola: Dona do Mal pode ser um fracasso para a Disney; entenda

Malévola
Cena de Angelina Jolie no trailer de Malévola: Dona do Mal (Reprodução/YouTube – Walt Disney Studios)

As produções da Disney e do Disney+ continuam a todo vapor após a compra de conglomerados de mídia e frentes de entretenimento. Entretanto, nem tudo são flores para a companhia e a nova aposta do grupo pode não dar certo. Malévola: Dona do Mal ou Malévola 2, como alguns preferem chamar, prestes a ser lançado em outubro, poderá ser um fracasso nas bilheterias. E isso tem um motivo específico.

Segundo as projeções de receita realizadas até o momento, a nova etapa de Malévola, o filme da vez a encampar o nome da Disney após os sucessos de Rei Leão, Aladdin e Vingadores: Ultimato, não tem um futuro muito animador. As informações são do Box Office Pro.

De acordo com o que foi divulgado pelo site, as especulações dão conta de que o filme deve apresentar, como abertura, um capital que gira em torno de US$ 30 a 50 milhões. Se for confirmado, isso se revela um valor bem abaixo do valor anterior, ou seja, bem aquém dos US$ 69 milhões arrecadados pelo filme original (o primeiro filme, lançado em 2014) em seu primeiro fim de semana de exibição nos cinemas.

Box Office Pro faz um alerta sobre as projeções finais do filme após sua exibição nas salas de cinema em território norte-americano. Conforme o site, Malévola: Dona do Mal deve encerrar sua atuação nos Estados Unidos com arrecadação de nada mais que US$ 110 milhões, contra os bem-sucedidos US$ 241 milhões do primeiro filme da saga.

Resta, agora, aguardar se as projeções serão concretizadas ou se o filme conseguirá empolgar o público e lotar as salas de cinema, desempenhando um bom papel. Graças ao primeiro filme, apresentado aos espectadores em 2014, a história de Malévola se tornou um sucesso, não fazendo feio nas bilheterias ao arrecadar uma receita na casa dos US$ 760 milhões em todo o mundo.

Possui Mestrado em Comunicação e Graduação em Jornalismo. Pesquisa cultura pop e também trabalha com o tema.