Marc Guggenheim comenta projetos na Marvel e tipo de filme que não consegue dirigir

Marc Guggenheim
Marc Guggenheim (Reprodução)

Marc Guggenheim trabalhou por muitos anos como showrunner de Arrow, mas a oportunidade de dirigir um episódio de uma série só aparece agora em Legends Of Tomorrow. O roteirista, que também já foi roteirista de histórias em quadrinhos vai dirigir um episódio diferente, que mostrará os heróis integraláticos alternando entre diversos programas de TV como Friends, Downton Abbey, e Star Trek.

Mas este não é o único projeto do profissional, que foi contratado para escrever a série Prophet para a Netlifx. O herói da Marvel foi criado pelo mesmo autor de Deadpool, e é um soldado congelado para uma missão no futuro que acaba acordando em um tempo anterior àquele que foi planejado para ele estar.

Outro projeto de Guggenheim é o filme da personagem Jackpot, que ele mesmo criou nos quadrinhos da Marvel para o universo do Homem-Aranha. “Acho que estou longe de ser capaz de dirigir um longa-metragem de grande orçamento”, disse Guggenheim, que trabalhou em filmes como Lanterna Verde e Percy Jackson e o Ladrão de Raios.

“Dito isto, estou muito, muito interessado e, francamente, desesperado, em dirigir outro episódio de televisão, e um dia adoraria dirigir algo que escrevi. Escrevi um piloto de especificações durante a quarentena para ser produzido em um mundo pós-pandemia, com todas as limitações que sabemos que estarão envolvidas. Eu definitivamente posso me ver dirigindo isso”, continuou ele ao ComicBook.com.

Sobre dirigir o episódio de Legends, ele disse que foi uma verdadeira benção já que é sua primeira vez no comando, e que jamais conseguiria dirigir Arrow, série que ele escrevia. “Eu sempre pensei: ‘Bem, por que você quer dirigir? Se é apenas para receber crédito, esses não são os programas ideias. […] Vou deixar que as pessoas assistam ao episódio e tomem sua própria decisão sobre isso. Foi incrivelmente gratificante, e o melhor foi o apoio do elenco e da equipe. Eles estavam realmente torcendo por mim, e posicionando para a coisa dar certo”, disse.