Marjane Satrapi, diretora de Radioactive, elogia Rosamund Pike

Rosamund Pike estrela o filme Radioactive (Imagem: Divulgação)

Estrelado por Rosamund Pike (Garota Exemplar), Radioactive tem estreia marcada para a próxima sexta-feira, 24 de julho, no Amazon Prime Video. O longa de drama, que traz para a tela a vida da cientista Marie Curie, conta com direção de Marjane Satrapi, indicada ao Oscar por seu filme de animação “Persépolis”.

Em entrevista recente concedida à Variety, a diretora falou sobre o novo projeto. Além de falar sobre o filme e elogiar a protagonista, a cineasta também falou sobre a diversidade por trás das câmeras em Hollywood. “Eu não acho que é uma cinebiografia. Isso seria [dizer] que estamos contando a história dela do começo ao fim. É tanto uma cinebiografia dela quanto uma cinebiografia de radioatividade”, esclareceu. “Não é apenas sobre Marie Curie, essa ótima mulher. É sobre as consequências de sua descoberta do [elemento químico] rádio. Se fosse um filme biográfico, eu nunca teria feito isso”.

Sobre Rosamund Pike, Satrapi afirmou que a atriz é muito mais do que a ótima aparência. “Ela é muito bonita e os estúdios não vêem o cérebro que está dentro de sua cabeça. Ela é impressionante como uma mulher”, disse. “A primeira vez que a vi, pensei que ela era uma estrela, uma deusa. Mas o que está dentro é mais bonito que o exterior. Ela tem muita e muita capacidade. Quando a conheci pela primeira vez, ela tinha esse fogo nos olhos e essa inteligência. Depois disso, eu sabia que a única pessoa que poderia interpretar Marie era apenas Rosamund”.

Marjane Satrapi também destacou a diferença dada para as mulheres no cinema, seja na frente ou atrás das câmeras. “Além de um determinado orçamento, eles não confiam em mulheres diretoras. Podemos fazer filmes menores, mas filmes maiores – é ‘Oh, ela não sabe como lidar com isso’. Claro que podemos lidar com isso. São 5.000 anos de cultura. Não podemos mudar isso em cinco anos. Isso levará tempo”, afirmou. A diretora acrescentou: “Metade da população do mundo são mulheres, mas metade dos filmes não são sobre mulheres. As mulheres são sempre representadas em relação aos homens – elas são a esposa, mãe ou amante de alguém. As pessoas dizem: ‘Oh, Marie Curie é complicada’. Mas ela é uma genialidade e, se fosse homem, as pessoas diriam: ‘Oh, ele é brilhante’. Espera-se que as mulheres sejam agradáveis ​​e muito femininas”.

Escrito por Jack Thorne (Extraordinário), o filme de drama gira em torno da cientista pioneira Marie Skłodowska-Curie (Pike), que enfrentou diversas dificuldades para conseguir apoio para as suas experiências. O longa narra a relação de parceria profissional e pessoal de Marie com o físico Pierre Curie (Sam Riley). A relação das duas mentes brilhantes resultou em duas filhas, além de importantes descobertas cientificas.

Além de Pike e Riley, o drama também conta com Anya Taylor-Joy, Aneurin Barnard, Tim Woodward, Simon Russell Beale, Ariella Glaser, Indica Watson, Yvette Feuer, Mirjam Novak e Jonathan Aris.

Radioactive estreia na próxima sexta-feira, 24 de julho, no Amazon Prime Video.

Assista ao trailer: