Joaquin Phoenix como Artur Fleck, o Coringa (Imagem: Divulgação)

E lá vamos nós de novo! Desde que decidiu se pronunciar sobre o que achava dos filmes de super-heróis baseados em quadrinhos, especialmente os da Marvel, o lendário diretor Martin Scorsese parece que não tem planos de se calar tão cedo.

Dessa vez ele resolveu finalmente comentar sobre seu envolvimento como “quase” produtor de Coringa, sucesso estrondoso da DC estrelado por Joaquin Phoenix e com direção de Todd Philips. Rumores sobre a sua participação já haviam sido levantados há um tempo, porém essa é a primeira vez que Martin efetivamente se pronuncia sobre o acontecido.

Após as suas afirmações nada amigáveis sobre o estúdio concorrente e filmes de heróis em geral, pareceu no mínimo hipócrita que ele tivesse pensado seriamente em se envolver no projeto, mesmo que o longa se pareça muito mais com seus próprios filmes lançados nos anos 70 do que com os blockbusters de hoje em dia.

Explicação

Eu pensei nisso durante os últimos 4 anos, e decidi que eu não tinha tempo”, afirmou ele em nova entrevista concedida à BBC Cinematic por ocasião da promoção de O Irlandês. Não fica claro exatamente a capacidade do seu envolvimento, porém os mesmos rumores divulgados anteriormente dão conta de que ele havia considerado a possibilidade de dirigir, passando depois para o papel de produtor.

Ainda sobre o assunto, Scorsese completou que não participou do longa devido à “motivos pessoais”, mas que ele conhece o roteiro muito bem e que considera o trabalho feito em Coringa “excepcional”, e que se diferencia de outros do gênero: “Alguém que se transforma em um personagem de quadrinhos, se transforma em uma abstração. Isso é diferente dos filmes de super-heróis, é bem diferente”.

Já sobre a polêmica anterior, ele rebateu: “Os filmes de super-heróis são uma outra forma de arte. Eles não são fáceis de fazer, existem muitas pessoas talentosas fazendo um ótimo trabalho. Mas eu ainda acho que são uma extensão de um parque de diversões”.

Coringa continua em cartaz nos cinemas.

 

Comentários

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui