MASSACRADA nas redes, Ellen Pompeo usa redes sociais para se explicar

Harvey Weinstein
Harvey Weinstein (Divulgação)

Na semana passada, Ellen Pompeo foi massacrada nas redes sociais depois que caiu na web um vídeo em que ela surge defendendo Harvey Weinstein, produtor que está preso depois de muitas acusações de assédio sexual e estupro.

Porém, não se sabia de quando era a gravação e, diante do barulho, Ellen usou suas redes sociais para se explicar com seu público, dizendo que o que falou, ocorreu antes de todos os crimes do produtor serem revelados.

“Ele está fora de contexto e esse é um tema muito sério para ser tratado em um espaço como esse… Pessoas que foram abusadas ou assediadas devem buscar suporte de terapeutas… Esse não é um espaço saudável para um tema tão sério. Para quem se sentiu ofendido, essa gravação tem mais de dois anos e foi feito muito antes de todas as histórias serem divulgadas. Eu certamente não sabia que ele era um estuprador… Isso levou essa m… toda a outro nível”, argumentou Ellen Pompeo.

Cabe lembrar, no vídeo Ellen diz o seguinte: “Para dançar um tango, você precisa estar em dois. Nós devemos assumir a responsabilidade, mesmo que não todas. Não é para culpar as vítimas, é apenas para dizer que entrei em uma sala com Harvey Weinstein. Sentei-me à mesa com ele e conversei por um par de horas e meia. Ele nunca me disse nada inapropriado nem fez nenhum tipo de avanço físico. Entrei em contato com ele através de um agente, a reunião ocorreu no meio do dia. Não achei que houvesse algo estranho. Eu não teria entrado naquele quarto à noite. Se ele tivesse feito alguma coisa, eu teria esmagado um copo de vidro na cara dele. É tudo o que queremos tolerar, em nossa autoestima, nos compromissos que estamos dispostos a fazer por prazer, ser amados e aceitos. Como queremos entrar no showbusiness”.

bostancı escort