Megan Fox protesta contra machismo e diz ter sido chamada de vagabunda ao pedir divórcio

Megan Fox estrela o filme de ação ‘Rogue’ (Imagem: Divulgação/ Lionsgate)

A atriz Megan Fox está chateadíssima com as críticas que vem recebendo por conta do fim de seu relacionamento com o ex-marido, Brian Austin Green. Aos 34 anos, ela viveu um relacionamento longínquo com ele, e teve três filhos, Noah, de sete anos, Bodhi, de seis, e Journey, de três anos, mas ao se divorciar, e assumir um namoro com Machine Gun Kelly, ela viu parte do público se virar contra ela.

Ela foi uma das entrevistadas do programa de TV, Entertainment Tonight, e confessou seu descontentamento com a situação: “Por alguma razão, as pessoas ficam muito felizes em me chamar de burra, fútil ou vagabunda, o que é uma loucura. Fiquei no mesmo relacionamento por 15 anos, sabe? É bizarra essa imagem projetada sobre mim que as pessoas acabaram de aceitar e que viveu por mais de uma década. E que eu nunca fiz nada para ganhar, em primeiro lugar”.

Brian por sua vez, desejou que a ex fosse feliz em seu novo relacionamento em ume entrevista recente, dizendo que o processo de divórcio está indo bem como é possível. Ao fazer uma piada no Instagram, as pessoas passaram a duvidar que ele realmente esteja lidando bem com a separação.

“Honestamente, algumas das minhas histórias são horríveis. Ainda não me sinto confortável para compartilhar a minha história real. E, honestamente, eu não iria fazer isso, de qualquer maneira, porque nunca tentarei derrubar outra pessoa. Não é meu papel agora – todos esses anos depois – arruinar a vida de uma pessoa ou tentar jogá-la  às mãos da cultura do cancelamento”, falou ela ao programa de TV afirmando que a indústria de Hollywood sempre foi cruel com ela, e embora hoje existam mais movimentos que pregam a igualdade entre os gêneros, ela sempre se sentiu vítima do machismo.

“E ainda não tenho certeza sobre até que ponto eu seria apoiada, porque estou passando por algumas coisas agora nas quais há percepções ainda muito misóginas, sexistas e unilaterais”, concluiu ela.

ankara escort