MGM divulga novo pôster de 007 – Sem Tempo Para Morrer

Daniel Craig como James Bond (Universal/Divulgação)

007 – Sem Tempo Para Morrer está cada vez mais próximo de sua estreia e a MGM está voltando novamente seus esforços no marketing do filme. Nesta quarta-feira (02), o estúdio publicou um novo pôster do novo longa metragem do agente secreto James Bond, na imagem é revelado que o filme chegará em Novembro. Além disso, foi anunciado que novo trailer será divulgada nesta quinta-feira (03).

007 - Sem Tempo Para Morrer (Divulgação / MGM)
007 – Sem Tempo Para Morrer (Divulgação / MGM)

007 – Sem Tempo Para Morrer mostra que James Bond está pronto para se aposentar, mas acaba tendo que retornar a ativa para mais uma missão que envolve um velho amigo que foi sequestrado. Bond tem que lidar com um astuto inimigo que tem em mãos um tecnologia que perigosa que pode ameaçar todo o mundo. A direção do filme é de Cary Fukunaga, e o elenco inclui Daniel Craig, Rami Malek, Léa Seydoux, Lashana Lynch e Ana de Armas.

Daniel Craig assegurou em uma entrevista que este filme é a última vez que interpreta o agente 007. Ele disse: “É isso. É isso, acabou. Mas eu, por mim, estou incrivelmente feliz por ter a chance de voltar e fazer outro, porque … este filme, o que quer que as pessoas pensem dele – quem sabe o que as pessoas vão pensar dele – todos, incluindo essas pessoas aqui, basta colocar tudo nele. E nós fizemos o nosso melhor. E é assim que parece. Eu sei que parece simplista, mas nós fizemos”.

Em uma entrevista para a Entertainment Weekly, Rami Malek falou sobre como enxerga seu personagem, o vilão Safin: “Eu acho que todos os vilões, se você os interpretar corretamente, são todos mal compreendidos. Todos pensam que estão sendo altruístas de coração. [Safin] faz algumas coisas malévolas, mas, no seu núcleo, acho que ele está apenas fazendo o que parece ter sido parte de como foi afetado em sua vida. Ele se considera muito progressista, alguém que pode resolver um dos maiores problemas do mundo de uma maneira muito definida. E ele se considera um herói, quase da mesma maneira que Bond é um herói”.