Mike Flanagan dá resposta provocativa após críticas à Marvel

Marvel
Logo da Marvel no trailer de The New Mutants (Reprodução/Youtube – 20th Century Fox)

Depois das declarações de Martin Scorsese sobre os filmes da Marvel, o que abriu espaço para muitos outros diretores e artistas se manifestarem, chegou a vez de Mike Flanagan se pronunciar sobre o assunto. E ele deu uma resposta criativa e também provocativa. Em conversa com o portal CinePOP para divulgação do filme Doutor Sono, ele falou sobre o assunto, dando sua opinião na polêmica.

“Martin Scorsese uma vez disse que filmes são como sonhos… Você não pode dizer que um sonho é melhor ou mais autêntico que o outro. Acredito que o cinema incorpora muitas visões diferentes…”, disse Flanagan ao CinePOP. A fala do diretor vem logo após uma nova rodada de discussões sobre as produções cinematográficas da Marvel.

Recentemente, quem também falou sobre o assunto foi o ator Benedict Cumberbatch. Em conversa com o jornalista Jenny McCarthy, ele apresentou uma outra perspectiva.

“Eu sei que tem muito debate sobre isso ultimamente, com diretores muito incríveis dando sua opinião e dizendo que esses filmes de franquia estão tomando tudo, mas nós atores que somos sortudos porque podemos trabalhar nos dois tipos de variedade, nas duas polaridades de orçamento”, disse o ator.

E completou: “E eu concordo [com a defesa aos filmes de gênero, filmes menores, em contraposição aos blockbusters]. Não queremos um rei só governando tudo em um monopólio e espero que esse não seja o caso e que os cineastas possam trabalhar em qualquer nível…”.

Antes dele, também esteve envolvido na discussão o diretor britânico Ken Loach, famoso por produções como Eu, Daniel Blake (2016), vencedor da Palma de Ouro no Festival de Cannes de 2016. Em entrevista à Sky News, ele afirmou:

“[Os filmes da Marvel] são feitos como mercadorias… como hambúrgueres. É tudo sobre como fazer uma commodity que dará lucro para uma grande corporação. São um exercício cínico. Um exercício mercadológico, não tem nada a ver com a arte do cinema”.

Possui Mestrado em Comunicação e Graduação em Jornalismo. Pesquisa cultura pop e também trabalha com o tema.