Miley Cyrus conta quais suas semelhanças com Ashley, sua personagem em Black Mirror

Miley Cyrus
Miley Cyrus como Ashley O no clipe de On a Roll, para a série Black Mirror, da Netflix (Imagem: Reprodução/YouTube – Netflix)

Quando a pandemia causada pelo coronavírus começou a assustar todo o mundo, Miley Cyrus logo teve uma sacada: fazer um programa de entrevistas online através do Instagram, recebendo convidados com uma grande base de fãs. Seus bate-papos contaram com convidados que foram desde Selena Gomez a Elton John, e ela ainda está em dúvida se transformará isso em um programa de TV, pois ficou particularmente feliz com a forma como ele se deu mesmo com improvisos tecnológicos.

A atriz participou recentemente da última temporada de Black Mirror, interpretando Ashley O, uma cantora de sucesso entre os adolescentes, que é controlada por sua tia e empresária, e ao entrar em coma, tem sua consciência colocada como um dos produtos desenvolvidos para o seu público. Cyrus, que está cotada para o Emmy por causa do episódio, conta que sua semelhança com a personagem foi imediata assim que leu os roteiros.

“Existiam semelhanças óbvias ali que se tornaram a minha própria vida, como se ela quisesse explorar o rock n’ roll e mudar o gênero que cantava. Quando eu terminei a série Hannah Montana, isso era muito importante para mim, claro que não tive uma tia Catherine. A minha diferença para a Ashley são minha equipe e pessoas que coloco ao meu redor. Quando procuramos um gerente para a minha carreira, escolhemos aquele que Dolly Parton disse que cuidaria de mim, e não necessariamente alguém que me faria virar uma estrela”, explicou.

A atriz conta ainda que usou algumas de suas dores pessoais na personagem: “Quando fomos gravar a cena em que Ashley acorda do coma, eu tinha perdido minha casa em Malibu devido aos incêndios. Eu fui capaz de desviar esse trauma para a personagem, e outros momentos precisei apenas sair para respirar, porque minha vida pessoal estava desmoronando, e coincidentemente era o mesmo que acontecia com a personagem”.

Sobre seus ídolos, ela garante, Britney Spears está no topo seguida de Metallica, *NSync e Hillary Duff: “Você precisava ter visto meu rosto quando vi Britney fazendo cover de I love Rock N’ Roll no filme Crossroads. Eu derreti. Aquela cena era o pai, o filho e o Espírito Santo, todos juntos num quarto. ]Eram mundos colidindo como eu jamais poderia ter sonhado”.