Miragem aparece usando seus poderes em nova imagem de Os Novos Mutantes

Blu Hunt é Miragem (Foto: Divulgação/ 20th Century Studios)

A Empire divulgou uma nova imagem inédita de Os Novos Mutantes em que traz a mutante Danielle Moonstar/ Miragem, interpretada por Blu Hunt, usando seus poderes.

Confira:

Blu Hunt é Miragem em Os Novos Mutantes (Imagem: Divulgação/ 20th Century Studios/ Empire)

Além de Blu Hunt no papel da mutante Miragem, o grupo ainda é composto por Anya Taylor-Joy no papel de Illyana Rasputin/ Magia, Maisie Williams como Rahne Sinclair/ Lupina, Charlie Heaton como Sam Guthrie/ Míssil e Henry Zaga como Roberto da Costa/ Mancha Solar. O elenco ainda conta com a brasileira Alice Braga como Dra. Cecilia Reyes.

Dirigido por Josh Boone, que também atua no roteiro ao lado de Knate Lee, o longa segue um grupo de jovens mutantes preso em um sinistro hospital. Assombrados pelo passado, eles precisam lidar com as lembranças perturbadoras enquanto descobrem as proporções dos seus poderes e encaram a realidade do estranho lugar onde vivem.

Esse será o filme mais curto da franquia X-Men. O longa conta com 99 minutos (1 hora e 39 minutos) de duração e recebeu classificação PG-13 nos Estados Unidos. Já no Brasil, a produção deve receber, provavelmente, censura de 12 anos.

Lembrando, por causa do surto do Coronavírus o lançamento de Os Novos Mutantes foi adiado.

Assista ao trailer:

 

Miragem e Lupina

Como era especulado, as duas mutantes terão uma conexão especial no filme. Sobre o relacionamento de Rahne Sinclar e Danielle Moonstar, Maisie Williams esclareceu em entrevista à Entertainment Weekly: “Não é uma história sobre essas personagens entendendo sua sexualidade. Não é centrado nisso, e elas não precisam necessariamente rotular. Ninguém à sua volta o faz ou questiona isso também”.

Já o diretor Josh Boone afirmou que os poderes de ambas as jovens fazem com que elas tenham esse laço mental: “Rahne e Dani têm uma conexão telepática nos quadrinhos, então nós apenas queríamos estender isso no filme e colocar isso dentro da realidade. Se realmente as pudessem se entender nesse nível, provavelmente acabariam se apaixonando”. O diretor acrescentou: “As duas têm uma bela história de amor. É uma espécie de coluna vertebral de todo o filme, com coisas dirigidas a todos os personagens”.