Morre gato Leo do filme Cemitério Maldito, poucos dias após estreia

Gato Leo de Cemitério Maldito
Gato Leo de Cemitério Maldito (Foto: Reprodução/Instagram)

O gato Leo, do filme Cemitério Maldito, teve sua morte anunciada nesta última quarta-feira (29). No longa, ele era chamado de Church, e seu treinador e responsável era Kirk Jarrett. No Instagram, o profissional publicou uma foto com uma mensagem. “É com profunda tristeza que contamos que Leo morreu. Ele deixará muitas saudades. Que sua estrela sempre brilhe forte”, falou. Cemitério Maldito foi lançado no último dia 9 e está em cartaz nos cinemas.

Mais quatro gatos foram usados nas gravações do longa, mas nas imagens de divulgação, é Leo quem aparece. “Leo é um gato confiante que senta e fica. Todo o seu propósito era ser este gato do pôster, como o gato Church. Quase sempre que você o vê, em imagens de divulgação e trailers, como um gato morto-vivo, estamos falando de Leo”, disse Jarrett, em uma entrevista ao AV Club. O elenco do filme conta ainda com Jason Clarke, Amy Seimetz e John Lithgow.

Filme

Kevin Kölsch e Dennis Widmyer dirigiram o filme. A trama gira em torno de Dr. Louis Creed, que se muda com sua esposa e filhos, de Boston para a área rural do Maine. Chegando lá, ele descobre um cemitério para animais de estimação, escondido no bosque, perto de sua nova casa. O local é sinistro e tem propriedades sobrenaturais, segundo o vizinho Jud Crandall. Uma tragédia acontece e o cemitério acaba “virando a cabeça da família para baixo”.

Para aqueles que não sabem, a primeira versão para os cinemas desta trama foi lançada em 1989. A direção foi de Mary Lamberty. Miko Hugher foi quem viveu o papel de Gage, filho pequeno da família Creed. Em 1991, o longa ganhou uma continuação.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por ♥ Leo ♥ (@church_aka_leo) em 29 de Mai, 2019 às 6:09 PDT

bostancı escort