Morte de June? Atores de The Handmaid’s Tale fazem apostas para nova temporada

The Handmaid’s Tale (Divulgação)

O mundo em que vivemos, cheio de crenças religiosas vazias, e uma tentativa de retomar o tradicionalismo se assemelha ao retrato construído pela série The Handmaid’s Tale, algo que deixa seus atores extremamente orgulhosos. No final da terceira temporada, a protagonista June, vivida por Elisabeth Moss, conseguiu fazer com que 52 crianças entrassem em um avião, e escapassem da tirania de Gilead, rumo ao Canadá, onde elas poderiam ter uma vida normal, e saudável. No meio deste processo, ela acabou levando um tiro, e sendo salva por suas colegas.

Com Moss dando indícios em entrevistas, que June pode morrer, os atores, Bradley Whitford, que interpretou o comandante Lawrence, Samira Wiley, a Moira e Alexis Bledel, a Emily, bateram um papo em vídeo para falarem sobre os rumos da série. “Ela se recusa a fazer uma viagem fácil”, disparou Whitford “Acho que todos nós diríamos que somos beneficiários desta escrita muito complexa, que se recusa colocar ali uma história para dar a June uma saída fácil, o que eu acho que é um esforço para fazer justiça a pessoas que estão em situações como esta e estiveram em situações parecidas”.

Segundo o veterano, Comandante Lawrence é o personagem mais fascinante que já teve oportunidade de interpretar: “Ele me lembra Robert McNamara, que é o cara que processou a Guerra do Vietnã, uma mente econômica brilhante cujo cérebro enorme obliterava sua humanidade, e ele usou esse brilho para exterminar milhões de pessoas no sudeste da Ásia”, completou ele dizendo que tem o homem como sua inspiração para compor o personagem.

Por outro lado, Moira, personagem de Wiley ganhará ainda mais destaque agora, que o núcleo do Canadá terá ainda mais força, com ela lutando pelos direitos das mulheres que ficaram em Gilead: “Vimos tanto de sua jornada tentando resgatar pessoas. Estou muito animada para ver os diferentes lados de Moira. Vimos ela estar apaixonada na primeira e segunda temporadas e agora veremos Moira como a ativista. Estou animada para essa jornada”.

Já Bledel, que interpreta Emily, uma mulher lésbica, que foi castrada fisicamente enquanto estava no antigo território americano, agora volta para o Canadá para criar o filho: “Emily também está envolvida no ativismo e ela ainda está meio que curando. Então vai ser uma jornada completamente diferente para ela, novamente. Eles continuam colocando-a em cenários completamente diferentes. Então ela tem que fazer um giro de 180 de novo e de novo, o que é incrível”. The Handmaid’s Tale teve suas filmagens paralisadas por conta do coronavírus dois dias após o início, e não tem data para retornar.

ankara escort