Moscow: Filme com Ludmilla e Thaila Ayla foi rodado na pandemia e tempo recorde impressiona

Bastidores das gravações de Moscow, filme nacional gravado na pandemia em apenas 12 dias (Imagem: Rodrigo Magalhães / Divulgação)

Mesmo com as salas de cinema fechadas em todo o país, boa parte da indústria cinematográfica e do entretenimento, já recomeçou os trabalhos. A grande novidade do novo leque de filmes que estão na fila de lançamento, é Moscow, produção que marcará a estreia de Mess Santos, como diretor.

Moscow foi rodado em São Paulo, no período da flexibilização da quarentena imposta para conter a pandemia do novo coronavírus. O longa chegou a ser gravado em apenas 12 dias, um tempo recorde para uma produção do cinema, que geralmente leva meses para ser gravado.

A atriz Thaila Ayala, que foi a primeira do elenco a ser escalada, foi a escolhida para viver Val, a protagonista da trama. “A Thaila me ligou duas horas depois que mandei o roteiro e topou na hora. Ela se identificou bastante”, revelou o cineasta em entrevista ao UOL.

Além de Thaila, o longa também conta com Jennifer Nascimento, Werner Schünemann, Bruno Fagundes, Micael, Pedro Lemos, Sacha Bali, Gabi Lopes, Victor Pecoraro, Ravel Cabral e Ludmilla no elenco.

No caso da funkeira carioca, esta é a sua primeira participação em um filme. Ludmilla tem investido na carreira de atriz e também já tem o seu nome confirmado no elenco da segunda temporada da série do Globoplay, Arcanjo Renegado. O diretor Mess Santos revelou que a história do filme se passa apenas em uma noite, e tem como foco um clube de jazz em São Paulo.

“É um filme muito único. Ele se passa em um lugar clássico, mas não em um tempo específico. Não dá para identificar se é 2020, 2050 ou 1990. Não quisemos amarrá-lo a uma época”, comentou Mess Santos.

O diretor também falou sobre o papel de Ludmilla no filme. “A Ludmilla tem um papel muito importante. Ela não é musicista, ela atua mesmo. Ela funciona muito bem com o papel e isso fará bastante sentido quando vocês virem o filme” 

Amante das diversas formas de expressão cultural. Viciado em séries, e sempre por dentro das últimas novidades do cinema. Ama dramas e sempre tenta dar uma oportunidade para as fantasias, distopias e os longas de ação e terror.