Mudança INESPERADA em Velozes e Furiosos é cogitada

Velozes e Furiosos 7 (Imagem: Reprodução)

O adiamento de um ano para a estreia de Velozes e Furiosos 9 não impediu que os fãs continuassem criando teorias a respeito da nova parte da saga, o que não envolve somente o questionamento sobre Paul Walker realmente voltar a aparecer como Brian, seja como uma homenagem ou qualquer outro tipo de menção, após ser citado no trailer.

Agora, por conta do surto de coronavírus, os adoradores da franquia estão se questionando sobre a possibilidade do longa deixar de mencionar a cerveja mexicana Corona, uma das marcas de Velozes e Furiosos, já utilizada algumas vezes nas cenas. Esse questionamento ocorre porque, em razão do surto de coronavírus, muita gente ter passado a evitar a marca Corona, mesmo uma coisa não tendo a ver com a outra, segundo informa o Observatório de Cinema.

Como sabido, Budweisers e Stella Artois já foram consumidas pelos personagens em outras ocasiões, ou seja, caso a imagem da marca fique ruim por conta da pandemia – o que, insistimos, não tem lógica alguma -, seria possível que os responsáveis pelo longa iniciassem outra parceria ou retomassem as anteriores. Porém, não há uma posição oficial a esse respeito.

Inclusive, cabe lembrar, o isolamento social proposto mundialmente para tentar frear o avanço do vírus, fez com que cinemas fossem fechados e, como consequência, muitos lançamentos foram adiados. É o caso de Velozes e Furiosos 9, que ficou para abril de 2021. Sim, vamos ter que esperar um ano para assistir.

Já sobre Paul Walker, o diretor Justin Lin resolveu se pronunciar sobre os rumores dele aparecer na história durante entrevista à Entertainment Weekly. “A música é importante porque a família da Fast Saga se orgulha muito da jornada. Nos filmes, o público vê os personagens envelhecendo, construindo família e evoluindo. Então eu acho importante lembrarmos de Dom, Letty e Brian”, disse ele.