Mudanças do SAG: surgem novas regras para cenas de nudez e sexo

SAG
SAG muda regras para cenas de nudez e sexo (Imagem: Reprodução / Twitter – SAG-AFTRA)

Hollywood e a produção cinematográfica realizada nos Estados Unidos está passando por mudanças. Agora, o SAG (Sindicato dos Atores ou Screen Actors Guild, no original em inglês) emitiu novas regras para a realização de cenas de nudez e sexo nas produções. Por meio de um documento revelado na última quarta-feira (29), o SAG enviou uma série de alterações aos responsáveis por supervisionar cenas com esses conteúdos.

Segundo as informações, o objetivo é combater o assédio sexual nos sets. Na prática, os chamados “coordenadores de intimidade” ficam encarregados de revisarem todas as barreiras físicas durante a encenação de momentos sexuais. A mudança tem o objetivo de auxiliar cineastas e fazer com que as simulações de cenas de sexo não interfiram na segurança e também na dignidade dos artistas envolvidos.

Em comunicado, conforme publicação do jornal Folha de S. Paulo, a presidente do SAG, Gabrielle Carteris, que representa os líderes do sindicato e também os atores e os coordenadores de intimidade envolvidos no documento que foi produzido, falou sobre o assunto. Ela elogiou a colaboração dos envolvidos na elaboração do documento e ressaltou a necessidade de se defender a segurança dos artistas.

“Foi poderoso colaborar com nossos parceiros do setor, enquanto trabalhamos para padronizar os protocolos dos coordenadores, que desempenham um papel único, defendendo a segurança dos artistas e garantindo que as necessidades criativas de uma produção sejam atendidas”, disse Gabrielle Carteris, a presidente do Sindicato dos Atores.

Vale lembrar que os sindicatos estão envolvidos, recentemente, na temporada de premiações. No próximo dia 9 de fevereiro, acontece mais uma premiação do Oscar, que vem depois do encerramento da fase de premiações especializadas dos sindicatos, que ocorreram ao longo de janeiro. Os prêmios distribuídos pelos sindicatos funcionam como termômetros para o Oscar, por conta das votações dos membros da Academia.

 

Comentários