Mulher-Maravilha 1984: Imagens promocionais revelam visual de Gal Gadot no filme

Mulher-Maravilha 1984 (Divulgação)

Com previsão para chegar aos cinemas brasileiros apenas em 1º de outubro, Mulher-Maravilha 1984 ganhou novas imagens promocionais na edição deste mês da revista Total Film.

Nas fotos divulgadas, a atriz Gal Gadot aparece na pele de Diana Prince usando a armadura dourada, que faz parte do uniforme da heroína no novo filme.

Confira:

Dirigido por Patty Jenkins, o filme ainda não teve novos detalhes revelados. A produção conta ainda com Chris Pine, que retorna para o papel de Steve Trevor, e Kristen Wiig, que viverá a Mulher-Leopardo a vilã ao lado de Max Lord, interpretado por Pedro Pascal no elenco. 

Mulher-Leopardo

Em entrevista recente à revista Entertainment Weekly, a atriz Kristen Wiig, que no longa dá vida para a vilã Barbara Minerva, a Mulher-Leopardo, revelou que pouco sabia sobre a personagem.

“Antes de conversar com Patty tinha uma ideia de que eu poderia ser uma vilã, então procurei online pelos vilões da Mulher-Maravilha e tentei imaginar algum. Fiquei bem feliz ao descobrir que era ela”, afirmou a famosa.

Eu nunca interpretei alguém que entra em uma sala e domina tudo – especialmente quando ela começa insegura e autodepreciativa. Não queríamos ver a Barbara na Mulher-Leopardo, e eu não queria ver a Kristen na Mulher-Leopardo”, completou ao falar a respeito da força da sua personagem.

Já a diretora da produção, Patty Jenkins também adiantou detalhes sobre o que esperar da personagem. “Na história, a Mulher-Leopardo é amiga de Diana, mas tem inveja dela. E sinto que Kristen fez essa personagem com os dois extremos – ela é sua amiga fofa e divertida, que é amável e interessante e pode se transformar em alguém completamente diferente. Sim, acontece de ela ser uma mulher, mas ela faz parte da escola do Gene Hackman de Superman, de atores divertidos e incríveis. Não penso nela como uma vilã feminina, apesar de ela ser. Me sinto dessa forma sobre a Mulher-Maravilha também. O componente feminino é grande, mas ela é apenas uma heroína, uma heroína universal”, elegeu.