Nada escapa! Fãs encontram erro em cena épica de Vingadores: Ultimato

Cena de Vingadores: Ultimato (Reprodução / Marvel)
Cena de Vingadores: Ultimato (Reprodução / Marvel)

Vingadores: Ultimato deu aos fãs da Marvel uma batalha final épica entre Thanos e seu exército contra vários heróis e outros guerreiros liderados pelo Capitão América. Apesar de ser um filme grandioso e muito dinheiro ter sido investido nele, cerca de US$ 356 milhões, o longa metragem não conseguiu escapar de erros principalmente na cena da grande batalha.

Reunir um grande número de atores em um único lugar já é complicado, imagina reproduzir dois exércitos gigantescos feitos em computação gráfica. Alguns usuários do Reddit notaram um erro de continuidade em uma cena do Capitão América (via Legião dos Heróis). Durante a luta contra Thanos, o escudo de Vibranium de Steve Rogers foi quase totalmente destruído pelo vilão. Mas na foto abaixo, onde vemos a chegada de outros heróis através de portais, é mostrado que o escudo do Capitão América está inteiro.

Cena de Vingadores: Ultimato (Reprodução / Marvel)
Cena de Vingadores: Ultimato (Reprodução / Marvel)

A recepção de Vingadores: Ultimato pela crítica e público

Vingadores: Ultimato se tornou a maior bilheteria de todos últimos arrecadando US$ 2,798 bilhões em bilheteria mundial, tirando do pódio o filme Avatar, de James Cameron. No IMDb, o longa metragem tem a nota 8,4 / 10, enquanto no Rotten Tomatoes conseguiu 94 % de aprovação da crítica e 90 % de aprovação do público, além de conquistar o Tomate de Ouro como o filme mais bem avaliado.

“O que você terá quando entrar em um cinema inevitavelmente lotado é algo singular que reflete nossa época de uma forma que nenhum dos filmes MCU que a precederam – na verdade, pouquíssimos espetáculos de Hollywood já o fizeram” – Oliver Jones, Observer.

“Endgame consiste quase inteiramente nas cenas de inatividade que sempre foram secretamente as partes favoritas de todos nesses filmes” – Dana Stevens, Slate.

“Ultimato é nada menos que uma despedida merecida para a Saga Infinita, marcando uma marca impressionante na psique cultural. Foi um inferno de uma viagem” – Kelechi Ehenulo, Confessions From A Geek Mind.

“É que o filme em si é exagerado e mal acabado e, sem o público, é uma espécie de piada interna glorificada” – Matt Cipolla, Film Monthly.

Formado em administração e psicologia. Adora cartoons, animes e series animadas. Atualmente faz curso de desenho com especialização em cartoons.