Natalie Dormer explica motivo de pedir seu pior ângulo em gravações de nova série

Natalie Dormer aparece na primeira imagem de Penny Dreadful: City of Angels; série não tem previsão de estreia (Imagem: Divulgação / EW)

Esta semana o público do canal americano Showtime conheceu Madga, um demônio que semeia caos e discórdia por onde passa, na nova série Penny Dreadful: City of Angels. Protagonizada por Natalie Dormer, a história se passa em Los Angeles, de 1938, e mostra a atriz encarnarando três mulheres distintas, numa época em que conflitos raciais eram iminentes. Uma dessas mulheres é Alex, uma assessora parlamentar que se despe de qualquer vaidade, e que inclusive obrigaram a atriz a usar um bocal, e lentes de contato para mudar a cor de seus olhos.

Em uma entrevista à revista Variety ela explicou que tem um verdadeiro prazer em interpretar uma mulher como Alex, já que para isso ela pode fazer coisas que nunca pôde em seus papéis anteriores, como escolher o seu pior ângulo no vídeo. “Um casal do elenco passou por mim algumas vezes antes de perceber que era eu, quando ainda não tinham ‘conhecido’ Alex. Mas como atriz, interpretar um personagem assim é tão libertador, porque não há absolutamente nenhuma vaidade. É como se eu quase dissesse ao operador da câmera: ‘Qual é o pior ângulo? Coloque o pior ângulo no plano”, disse.

“Acho que a mitologia por trás disso foi, para mim, como ela diz no primeiro episódio, ‘toda a humanidade precisa ser o monstro que ele realmente é, está sendo dito que pode”, disse Dormer à revista Variety. “Ela basicamente acredita que a humanidade é inerentemente ruim – que eles escolherão a rota mais básica, mais egoísta e mais egocêntrica sempre que receberem uma bifurcação na estrada”.

Os temas como racismo parecem particularmente relevantes agora, de acordo com Dormer. “Crise pré-pandêmica, certamente onde eu estava na Londres pós-Brexit na Europa – e você tem seus problemas semelhantes do outro lado da lagoa – o que vinha acontecendo nos últimos anos dessa polarização, politicamente, parece desconfortavelmente próximo de coisas que estavam acontecendo em meados dos anos 30 e que antecederam a Segunda Guerra Mundial ”, diz ela.

bostancı escort