Netflix atinge marca histórica de assinantes no Brasil

Logo Netflix
Logomarca do serviço de streaming Netflix (Reprodução/Facebook – Netflix)

Na guerra entre os serviços de streaming, que se alastram cada dia mais pela internet, a Netflix não está poupando esforços para se tornar mais sólida. A programadora segue investindo em produções originais, como a série Criando Dion (Raising Dion), que estreia no próximo dia 4 de outubro e tem produção e co-protagonização de Michael B. Jordan.

A empresa investe também em produções famosas e já finalizadas, como a série Seinfeld, que estará disponível no catálogo para todo o mundo a partir de 2021. O resultado de tanto investimento é mostrado no número de assinantes conquistado até agora.

De acordo com informação confirmada pela assessoria de imprensa da Netflix à coluna de Ricardo Feltrin, do portal UOL, a empresa ultrapassou a marca de 10 milhões de assinantes no Brasil. A companhia afirmou que o dado se refere a um censo do mês de abril.

Curiosamente, informações divulgadas pela própria companhia em junho davam conta de que seriam mais de 8 milhões de assinaturas. Entretanto, não foi explicado a que mês os dados revelados em junho se referiam, isto é, se seriam ao próprio sexto mês do ano ou a outro período.

Segundo estudo feito a pedido da coluna de Feltrin, havia a possibilidade de a Netflix ter, também em abril (mês ao qual o maior dado citado se refere), 12,5 milhões de assinaturas. Estabelecendo um cálculo entre essa quantidade de assinantes e o valor mínimo cobrado pelo serviço para acesso ao catálogo (valor do plano Básico, equivalente a R$21,90), a programadora estaria arrecadando por volta de R$ 3,5 bilhões por ano no Brasil.

Como há três modalidades de assinatura, com valores distintos, e o primeiro mês é gratuito para novos assinantes, o valor pode sofrer variações.

No país, a Netflix possui o direito de transmissão de séries populares, como Friends, o que pode ajudar a manter assinaturas. Apesar disso, a empresa sofreu um revés nos Estados Unidos, perdendo o direito de exibição de Friends e de outra famosa série, The Office.

Enquanto a primeira comédia vai para o serviço de streaming elaborado pela WarnerMedia, a plataforma HBO Max, a segunda vai ingressar no Peacock, a plataforma própria da NBCUniversal.

Possui Mestrado em Comunicação e Graduação em Jornalismo. Pesquisa cultura pop e também trabalha com o tema.

ankara escort