Netflix continua com o direito de competir ao Oscar com os seus filmes

A Academia de Hollywood decretou que os filmes da Netflix seguem disputando o Oscar, apesar de toda a pressão de Steven Spielberg. Vários cineastas ficaram contra o diretor, e pelo menos nesse aspecto, as coisas permanecem como estão para a edição 2020 da premiação.

Os votantes optaram por manter intactas as regras de elegibilidade, ou seja, os filmes que estreiam em uma plataforma de streaming no mesmo dia em que chegam nas salas de cinema podem seguir concorrendo na maior premiação do cinema mundial.

Para um filme ser elegível ao Oscar, é preciso ficar pelo menos sete dias com três sessões por dia em algum cinema da cidade de Los Angeles. Algo relativamente simples de ser alcançado por qualquer estúdio, independente do seu tamanho. Agora, imagine para uma gigante como a Netflix, que inclusive considera comprar uma rede de cinemas inteira apenas para cumprir com essa regra.

Aliás, essa é a regra que também permite que estúdios muito menores possam concorrer de igual para igual com os gigantes da indústria, reforçando a ideia de priorizar a qualidade das obras e não o potencial econômico que um filme ou estúdio possui.

John Bailey, presidente da Academia, pontuou que eles ainda vão estudar como as mudanças que a indústria está sofrendo no comportamento de consumo de conteúdo afetam a instituição, mas que pelo menos por enquanto, nada muda.

Quero dizer… quase nada muda.

 

 

Nem tudo segue igual

 

A categoria de Melhor Filme Estrangeiro apenas mudou de nome, e agora se chama Melhor Filme Internacional. As regras para competir na categoria permanecem inalteradas.

Larry Karaszewski e Diane Weyermann, membros do comitê, observaram que o termo ‘estrangeiro’ perdeu a sua vigência dentro da comunidade cinematográfica internacional, e hoje eles acreditam que a expressão ‘filme internacional’ representa melhor a categoria.

E, antes desse post terminar, eu preciso escrever isso aqui: #CHUPASPIELBERG! É muita hipocrisia fazer campanha contra a Netflix no Oscar quando você é parceiro de produção de conteúdo para um dos principais concorrentes, o Apple TV+.

 

Via Screen Daily

bostancı escort