Netflix divulga vídeo com erros de gravações da terceira temporada de Dark

Louis Hoffman como Jonas em Dark
Louis Hoffman como Jonas em Dark (Reprodução)

Dark é um dos maiores sucesso da Netflix, a série que tem um trama considerada complexa por muitos estreou sua terceira e última temporada recentemente. A trama gira em torno de estranhos desparecimentos de crianças, quatro famílias acabam se conectando em mistérios que envolvem um caverna, viagens no tempo e chegada de um apocalipse. O serviço de streaming divulgou em suas redes sociais um vídeo mostrando os erros de gravação da terceira temporada de Dark.

Dark teve a nota 8,8 / 10 no IMDB, e no Rotten Tomatoes teve 94% de aprovação da crítica e 95% de aprovação do público. Leia abaixo alguns comentário sobre a temporada final do show:

“Seu sucesso nessa frente pode ser parcialmente atribuído ao fato de que a série é um exemplo recente relativamente raro de algo que parece ter sido concebido como uma trilogia desde o início” – Patrick Cremona, Radio Times.

“A terceira e última temporada de Dark na Netflix é uma jornada memorável no tempo e no espaço, com mudanças emocionantes de personagens e paradoxos fascinantes para descompactar” – David Griffin, IGN Movies.

“Para um show com tantas placas girando, é uma maravilha que Dark encerre uma nota final que honre a complexidade do enredo do show e consiga algumas notas emocionais e temáticas muito necessárias” – Clint Worthington, Consequence of Sound.

“O que torna a série eficaz não é sua complexidade. Em vez disso, reconhece nossa necessidade de padrões e compreensão das coisas, apesar do fluxo esmagador de informações” – Ani Bundel, NBC News THINK.

Dark mantém esse ato de destaque por três das mais emocionantes temporadas de TV de ficção científica já feitas. Vê-lo atravessar o abismo com suas ambições e técnicas intactas é certamente algo que vale a pena lembrar – Steve Greene, indieWire.

“Um dos programas mais impressionantes da televisão e, possivelmente, o mais original da Netflix, Dark termina sua série com picos de escrita, conclusões chocantes e um senso de final agridoce” – Michael Frank, RogerEbert.com.

Formado em administração e psicologia. Adora cartoons, animes e series animadas. Atualmente faz curso de desenho com especialização em cartoons.