Netflix e Apple entram em disputa pela MGM

Logo de MGM (Imagem: Divulgação)

De acordo com um relatório da CNBC, a Apple e a Netflix estão em negociação para adquirir a Metro-Goldwyn-Mayer, também conhecida como MGM. O estúdio é um dos mais famosos de Hollywood e detém os direitos de famosas franquias  como RoboCop, Rocky e Species. A MGM estava falida até 2010, mas conseguiu ressurgir e seus proprietários começaram a oferecer partes da empresa para potenciais compradores. Segundo a CNBC só o estúdio de Beverly Hills está avaliado em US$ 10 bilhões.

Apesar de desde 1980 a MGM não ser mais considerada um grande estúdio como a WarnerMedia, Disney e Sony, a empresa ainda é dona de grandes franquias como as já citadas acima e ainda é co-proprietária do direitos autorais dos filmes de James Bond. Com a compra da MGM, o novo dono também adquirirá a MGM Home Entertainment, Orion Pictures, Epix e uma participação na Annapurna Pictures.

Além disso, MGM possui uma vasta biblioteca de lançamentos. A empresa começou a distribuir suas produções a partir de 1924, apesar de que sua biblioteca antes de 1986 foi vendida para a Tuner Entertainment, que agora é subsidiária da WarnerMedia.

A CNBC ainda ressaltou os motivos para a Apple e a Netflix comprarem a MGM. Para a Apple TV+ que é a mais nova no mercado, ainda tem um número limitado de produções para atrair consumidores. Com a compra da MGM, além de aumentar seu leque de opções de atrações, a empresa ainda pode contar com ajuda de executivos de mídia experientes, e uma pesada propriedade intelectual.

No caso da Netflix que é um serviço de entretenimento puro, ela tem que trabalhar o dobro para produzir mais conteúdo que a concorrência, que são os canais de TV a cabo. A compra do estúdio pode ajudar a empresa a criar mais conteúdos originais, principalmente para filmes demorados.

Formado em administração e psicologia. Adora cartoons, animes e series animadas. Atualmente faz curso de desenho com especialização em cartoons.

bostancı escort