Netflix enfrenta problemas com distribuição de O Irlandês; entenda o porquê

O Irlandês (Netflix/Divulgação)

Surpreendentemente, ter um dos maiores filmes do ano no catálogo parece não ser garantia suficiente para evitar problemas. A Netflix está enfrentando dificuldades com um dos seus títulos mais aguardados do ano, O Irlandês.

De acordo com informações do The Hollywood Reporter, a plataforma não teria conseguido chegar a um acordo amigável com duas das maiores redes de cinema dos Estados Unidos, AMC e Cineplex, o que significa que o filme não terá uma distribuição massiva nos cinemas americanos.

Isso porque o streaming está disposto a aguardar menos de um mês entre o lançamento nas telonas, previsto para ocorrer no dia 1 de novembro, e a data a partir da qual o longa estará disponível para os assinantes, dia 27. As redes de cinema, por sua vez, consideram o tempo curto demais. Antes disso, o filme será assistido pela primeira vez no dia 27 de setembro no Festival de Cinema de Nova Iorque.

A AMC e o Cineplex exigem um período mínimo de 90 dias, e perante a recusa da Netflix, estão se negando a exibir a produção. O prazo de cerca de três semanas é o mínimo obrigatório para que um filme possa ser considerado para votação no Oscar. A mesma táctica foi usada ano passado com “Roma”, de Alfonso Cuarón, que recebeu diversas indicações.

Entretanto, a decisão na época não agradou boa parte da indústria, que criticou a plataforma, indicando que o filme teria perdido em várias categorias importantes por não ter seguido o modelo de distribuição tradicional e conseguido um bom faturamento nas bilheterias.

Limitado

A Netflix, por sua vez, questiona a necessidade de uma exibição mais longa uma vez que a maior parte dos ganhos ocorre nas três ou quatro primeiras semanas. Assim sendo, o filme, assim como outros títulos de prestígio agendados para estrear ainda esse ano, ficarão relegados a redes menores e independentes como a Landmark, iPic e Laemmle. Não há informação de como isso afetará a distribuição para o Brasil.

 

Cresceu vendo filmes ao invés de brincar na rua. Fã de ir ao cinema sozinha. Críticas e notícias sobre o mundo do entretenimento.

bostancı escort