Netflix não é obrigada a manter série com baixa audiência no ar. Fato!

As pessoas parecem se esquecer que tudo, absolutamente tudo no mundo do entretenimento envolve uma coisinha chamada DINHEIRO. E a Netflix é uma empresa que visa lucros, e não apenas ser a sua melhor amiga na internet.

A choradeira da roteirista Gloria Calderón Kellett, que basicamente implorou para as pessoas assistirem à série que ela escreveu, One Day At Time, nada mais é do que o claro reflexo dos tempos atuais. Antes, essa choradeira jamais existiria: os canais colocavam as séries no ar e, independente da audiência e de sua repercussão, suas chances de renovação eram enormes. Apenas uma série muito lixo tinha reais chances de ser cancelada.

Hoje, os tempos são outros. Bem diferentes.

Com tantas opções na televisão norte-americana, as séries não só precisam ter uma boa audiência (nem digo algo espetacular, mas pelo menos uma demo de 1.0 para considerar a renovação), como também precisa ter uma boa repercussão junto ao público, inclusive nas redes sociais, onde o buzz tem que ser orgânicos.

Kellett revelou que a Netflix considera e muito a audiência dos quatro primeiros episódios de uma série para decidir sobre uma renovação. Mas… o que fazer quando a série não consegue alcançar um público considerável? Vai deixar a produção no ar apenas comendo dinheiro dos assinantes?

Uma das vantagens da Netflix em oferecer todos os episódios de uma vez (da maioria de suas séries, já que algumas mantém o formato de um episódio por semana) é que esse formato de visualização permite que a grande maioria efetivamente decida se quer ou não prosseguir com a trama em, no máximo, quatro episódios.

É uma economia de tempo do espectador que é algo notável. Ninguém mais espera um mês para decidir se continua ou não em uma série. A decisão é tomada em, no máximo, 180 minutos (estourando).

Logo, não adianta choradeira de roteirista. Se a série não é boa, ou se não conquista o grande público, vai ser cancelada rapidamente. Com todos os investimentos feitos, não dá mais para perder dinheiro com série que só agrada a meia dúzia. Não que essa meia dúzia não mereça respeito. Porém, estamos falando de negócios, não de filantropia.

Em resumo, roteiristas: escrevam boas histórias para nós, e nós vamos decidir se sua série continua no ar ou não.

Estamos conversados?

bostancı escort