Netflix responde críticas feitas por Charles Emmanuel sobre mudanças na dublagem

Charles Emmanuel (Foto: Divulgação)
Charles Emmanuel (Foto: Divulgação)

A pandemia do COVID-19 afetou a industria do entretenimento como um todo, onde diversas produções estão paralisadas para evitar que os funcionários fiquem doentes. Com isso, até os estúdios de dublagem estão deixando seus funcionários em casa, e alguns até conseguem fazer seu trabalho em casa. Com o atraso nas dublagens, algumas empresas como a Netflix tem avisado os usuários que para o bem estar dos dubladores, algumas séries não tem a opção em áudio em português.

Porém, parece que a realidade não está sendo bem essa. Na última semana, o dublador Charles Emmanuel, conhecido emprestar sua voz para Ben Tennyson de Ben 10 e Mutano de Teen Titas, foi ao Twitter criticar a Netflix por certas atitudes da empresa. Ele denunciou o fato de ter feito trabalhos em seu Home Studio, mas no fim o serviço de streaming acabou o substituindo, e isso também aconteceu com outros dubladores. Emmanuel também revelou que a Netflix está priorizando as dublagens em estúdio e isso pode pôr em risco não só a saúde dos dubladores, como também das família deles.

Como resposta à critica de Charles Emmanuel, a Netflix Brasil emitiu um comunicado oficial onde afirmou: “Muitos estúdios de dublagem estão fechados devido à Covid-19, o que resulta em atraso para algumas dublagens em alguns dos nossos novos títulos, e eventuais interrupções. Nossa prioridade é a saúde e a segurança de todos os envolvidos. Esperamos disponibilizar essas publicações em breve”.

Além disso a conta brasileira da gigante do streaming foi ao Twitter responder diretamente o dublador, onde escreveu: “Oi Charles, minhas prioridades continuam sendo a saúde dos dubladores e a qualidade das dublagens. Essa pandemia pegou todo mundo de surpresa e criou várias dificuldades pros estúdios, que tiveram que fazer mudanças de última hora”.

Mesmo assim, Charles Emmanuel continuou sua luta pelo bem estar dos dubladores e publicou uma carta aberta, além de pedir apoio a outros dubladores. Você pode conferir a publicação clicando aqui.