Jackie Tohn em GLOW (Divulgação)

A comédia criada por Liz Flahive e Carly Mensch sobre um time de mulheres praticantes de luta livre teve seu destino decidido pela Netflix. GLOW é inspirada no programa Gorgeous Ladies of Wrestling, drama exibido nos anos 80.

A plataforma decidiu renovar a produção para a sua quarta, porém última temporada. Estrelada por Alison Brie, Betty Gilpin e Marc Maron, a série retornará com mais 10 episódios que encerrarão as aventuras de Ruth Wilder, Debbie Eagan e cia. A data de estreia ainda não foi informada. Flahive e Mensch também retornam como showrunners, roteiristas e produtoras executivas.

Na temporada passada, o grupo mudou-se para Las Vegas para atuar como uma das principais atrações do Hotel e Casino Fan-Tan administrado por Sandy Devereaux St. Clair, interpretada por Geena Davis. Apesar do risco de cancelamento, as showrunners decidiram por uma grande interrogação na finale, com a esperança de terem a oportunidade de respondê-la.

Temos toda uma nova história pra contar, e se fomos idiotas ou não por não nos dar um final ainda nessa temporada é algo que saberemos mais tarde. A série tem um grande coração e um grande elenco, e outras pessoas não vão nos limitar, não seria justo com o que estamos tentando fazer”, revelaram elas ao THR anteriormente.


Veja Também


Tendência

A renovação chega em um momento bastante delicado, no qual o streaming está sendo acusado de cancelar a maioria das suas séries originais após a terceira temporada, sem motivo forte aparente. O caso mais recente – e mais polêmico – veio após o anúncio do fim de “The OA”, criado e estrelado por Brit Marling.

Mesmo após grande pressão por parte dos fãs, petições com mais de 80 mil assinaturas, manifestações e até mesmo a ameaça de cancelamento de assinaturas em massa, o streaming não voltou atrás e a produção permanece cancelada. Nem mesmo um filme ao estilo do que aconteceu com “Sense 8” será produzido como forma de consolo. Ao público, resta torcer que outro canal ou plataforma decida dar continuidade à história.

Comentários

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui