Nicole Kidman revela que perdeu papel para outra grande estrela em Blockbuster

Nicole Kidman e Hugh Grant em The Undoing (Divulgação / HBO)
Nicole Kidman e Hugh Grant em The Undoing (Divulgação / HBO)

No dia 25 de Outubro estreia a nova minissérie da HBO, The Undoing (O Desfazer, em tradução livre) que deve reunir Nicole Kidman e Hugh Grant pela primeira vez em suas carreiras. A atriz revelou que, no entanto, não foi por falta de tentativas que o encontro entre os dois não aconteceu antes. Segundo Kidman ela perdeu por duas vezes para outras atrizes oportunidades de contracenar com o ator inglês.

A primeira dessas ‘disputas’ foi contra Julia Roberts pelo papel de Anna Scott na comédia romântica de 1999 Um lugar chamado Notting Hill, cujo resultado renovou a carreira da atriz de Uma linda mulher.  Já a segunda derrota foi em Simplesmente Amor, comédia romântica natalina de 2003, que trazia um elenco de protagonistas em várias histórias entrelaçadas. 

Curiosamente os dois filmes pertencem ao mesmo diretor: Richard Curtis. “Em ‘Simplesmente Amor’ era um papel pequeno”, disse a atriz à Marie Claire. “Não me lembro de exatamente qual. Mas em ‘Notting Hill’… Eu realmente queria aquele papel, mas não era conhecida o bastante, nem talentosa o suficiente”

Os destinos dos dois quase se cruzaram novamente em Panddington, no qual ela interpretou a vilã no primeiro filme e Grant foi o antagonista do segundo. Assim, os seus personagens nunca se encontraram, mas ela tem uma ideia de lançar uma terceira parte da franquia na qual os vilões seriam os protagonistas. “O filme começaria com a morte do urso. Ele é desmembrado e devorado. Eu acho que não iria bem na bilheteria”, brincou Kidman.

Na minissérie The Undoing, os dois contracenam como marido e mulher, cujo casamento é posto à prova após uma morte violenta revelar um castelo de mentiras.  

Kubrick

Em entrevista recente ao The New York Times Magazine, Nicole Kidman rebateu as críticas feitas ao diretor Stanley Kubrick, que morreu em 1999, sobre o modo torturante como fazia o trabalho. A estrela trabalhou com o cineasta no filme De Olhos Bem Abertos e para ela, a experiência foi positiva.

“Quando fui trabalhar com Stanley Kubrick, ele disse, ‘Vou querer nudez frontal completa’, e eu fiquei tipo, ‘Ahh, não sei’”, lembrou Kidman. “Então chegamos a um ótimo acordo, que era contratual. Ele me mostraria as cenas com a nudez antes de entrarem no filme. Então eu pude me sentir completamente segura. Eu não disse não a nada disso. Eu queria ter certeza de que não seria eu ali nua e todos rindo de mim. Eu estava protegida, então pude explorar um casamento complicado e a maneira como o personagem de Tom está tendo essas imagens de ciúmes”, disparou.

Amante das diversas formas de expressão cultural. Viciado em séries, e sempre por dentro das últimas novidades do cinema. Ama dramas e sempre tenta dar uma oportunidade para as fantasias, distopias e os longas de ação e terror.