UnREAL chega ao fim após quatro temporadas. Os últimos oito episódios da série começaram a ser exibidos nessa semana na plataforma de streaming Hulu, como parte da reestruturação dos canas dos estúdios A&E. Não há informações se os episódios finais serão eventualmente exibidos pelo Lifetime.

A Netflix liberou um novo teaser promocional da terceira temporada de Stranger Things, onde o novo centro comercial de Hawkings, o Starcourt Mall, ganhou destaque. Muito provavelmente é lá que boa parte das ações da terceira temporada podem ganhar corpo. A nova temporada da série estreia no verão norte-americano de 2019.

Timothée Chalamet (de Me Chame Pelo Seu Nome) foi o escolhido para dar vida ao herói Paul Atreides, protagonista dos dois filmes baseados na saga Dune, clássico da ficção científica criado por Frank Herbert. Os filmes serão dirigidos por Denis Villeneuve (de A Chegada e Blade Runner 2049), e não conta com data de estreia definida.

O Hulu anunciou o desenvolvimento de uma série de TV baseada na série de livros The Vampire Chronicles, de Anne Rice. Essas obras literárias deram origem aos filmes Entrevista Com o Vampiro e A Rainha dos Condenados, e a nova série quer se alinhar ao estilo de narrativa da saga Game of Thrones. Rice vai escrever e produzir a adaptação ao lado do seu filho Christopher.

A Nickelodeon aprovou o revival de Rugrats (no Brasil, Os Anjinhos). A série terá 26 episódios e novos personagens serão adicionados à trama, mas maiores detalhes não foram revelados. Lembrando que a Paramount já aprovou um filme live action baseado na série de animação, com estreia prevista para 2020.

A atriz Anne Heche foi confirmada no elenco recorrente da sexta temporada de Chicago P.D, como a Superintendente Katherine Brennan. A personagem é considerada essencial para o desenvolvimento da nova temporada do drama policial da NBC. Chicago P.D. volta ao ar nos EUA no dia 26 de setembro.

A DreamWorks publicou as primeiras imagens da série de animação She-Ra and the Princesses of Power, onde podemos ver a nova estética dos personagens. O reboot da série de animação da década de 80 conta com traços menos sexistas, o que aponta para uma série voltada para o público infantil. Obviamente, as críticas não demoraram a chegar, com a alegação que muitos consideram os personagens originais com estética muito melhor. A série estreia na Netflix no dia 16 de novembro.

A CW está trabalhando em uma série própria para a Batwoman, com o detalhe que esta seria a primeira série protagonizada por uma super-heroína lésbica. Se aprovada, ela pode estrear em 2019, e existe a chance da personagem já ser introduzida no crossover anual das séries de heróis do canal no final de 2018, o que pode ajudar a decidir sobre o futuro da produção.