Nova temporada de Batwoman terá outra heroína no lugar de Kate Kane

Batwoman
Batwoman (Divulgação)

Pelo visto a saída de Ruby Rose, da série Batwoman, provocou uma mudança substancial na série, que deve não só escalar outra atriz para substituí-la, mas também trocar a personagem Kate Kane, por outra Mulher-Morcego. De acordo com o site Decider nesta terça-feira, 02 de junho, um pedido de seleção de elenco foi vazado onde a produção do programa solicita uma atriz para interpretar uma personagem chamada Ryan Wilder.

O anúncio pede que uma mulher de qualquer etnia com 20 e poucos anos para interpretar personagem que está prestes a se tornar a nova Batwoman. “Ela é simpática, bagunçada, um pouco pateta e indomável. Ela também não é nada como Kate Kane, a mulher que usava o traje de batalha diante dela”.

“Sem ninguém em sua vida para mantê-la nos trilhos, Ryan passou anos como traficante de drogas, esquivando-se da polícia e mascarando sua dor com maus hábitos. Uma garota que roubaria leite para um gato de rua também poderia matá-lo com as próprias mãos, Ryan é o tipo de lutadora mais perigosa: altamente qualificada e extremamente indisciplinada. Uma garota lésbica, atlético, crua, apaixonada, e falível. Não é a heroína estereotipada que os americanos amam”.

A Warner Bros. e a emissora The CW, confirmaram que escalariam outra atriz. “O estúdio e a rede estão firmemente comprometidos com a segunda temporada de ‘Batwoman’ e o futuro a longo prazo, e nós — com a talentosa equipe criativa do programa — esperamos compartilhar sua nova direção, incluindo a escalação de uma nova atriz, membro da comunidade LGBTQ, nos próximos meses”, disseram as companhias em um comunicado.

Em uma postagem no Instagram na semana passada, Ruby Rose abordou relatos de que ela deixou a série depois de apenas uma temporada, porque se recusava às longas horas necessárias para estrelar uma série semanal filmada em Vancouver, no Canadá, longe de sua casa. “Não acredite em tudo que você lê por fontes on-line” pediu ela a um fã através dos comentários. “Também morei em Vancouver por um ano trabalhando nas montanhas aos 18 anos porque amo essa cidade! Eu também trabalhei em outros lugares no Canadá… país lindo e perfeito”, disse ela afirmando que o local propriamente não era um problema.