Novidade incrível sobre Harry Potter causa barulho nas redes sociais

Harry Potter
Harry Potter (Imagem: Divulgação)

Se você sempre quis conhecer Hogwarts, sua chance pode estar….no Japão. Isso porque, de acordo com a Variety, a Warner Bros. está negociando um possível parque temático da franquia Harry Potter a ser construído em terras nipônicas. Fontes japonesas indicam que um fundo de investimento já está negociando com os americanos em conjunto à prefeitura de Tóquio, novidade que causou barulho nas redes sociais.

Caso saia do papel, o novo parque deve substituir uma atração na região metropolitana da cidade. A atual prefeita de Tóquio Yuriko Koike confirmou que as negociações estão acontecendo sem, no entanto, dar maiores detalhes.

O parque que seria fechado chama-se Toshimaen, quase um centenário, a atração foi fundada em 1926. O parque de Harry Potter pode ser inaugurado em 2023 e será semelhante a já existente atração de Harry Potter da WB, em Londres. 

Porém, apesar do tema, o parque não seria exclusivo. A razão disso é que a Universal Studios também possui os direitos para a marca e a utiliza em suas atrações como The Wizarding World of Harry Potter, nos estados norte-americanos da Flórida e Califórnia.

Inspiração para MCU

O presidente do Universo Cinemático da Marvel Kevin Feige revelou em entrevista recente à revista Entertainment Weekly (EW), como os filmes da saga Harry Potter serviram como inspiração para o MCU.

Eu nunca li os livros de Harry Potter e meus filhos não são velhos o suficiente, mas eu sempre fui ver os filmes na estreia. Eu via e gostava e depois esquecia tudo sobre eles até que o próximo saísse. E eles eram tão bem feitos porque eu conseguia acompanhar tudo, eu conseguia entender, ocasionalmente eu [podia não reconhecer alguém], mas pela maior parte eu conseguia entender“, contou.

A obra de J.K Rowling serviu como base para indicar como seus títulos deveriam ser feitos. “Se eu tivesse assistido cada um 10 vezes, se eu tivesse lido cada livro, aposto que haveria uma dúzia de coisas que eu veria e apreciaria, mas elas nunca me atrapalharam na hora de simplesmente experimentar a história. É assim que tentamos navegar sobre um Easter egg ou referência que fica no caminho das pessoas e faz elas questionarem, ‘O que é isso? O que está acontecendo?’, então normalmente pegamos leve com isso”, finalizou.

Amante das diversas formas de expressão cultural. Viciado em séries, e sempre por dentro das últimas novidades do cinema. Ama dramas e sempre tenta dar uma oportunidade para as fantasias, distopias e os longas de ação e terror.