Novo personagem de The Walking Dead será capaz de curar vírus que iniciou apocalipse zumbi

The Walking Dead: World Beyond (Imagem: Divulgação)

The Walking Dead nunca tratou de explicar aos fãs sobre o surgimento do vírus que transforma pessoas mortas, em zumbis reanimados e comedores de carne humana, nem mesmo nos quadrinhos, mas um personagem do novo spin-off, The Walking Dead: World Beyond parece disposto a estudar mais sobre esse tipo de doença.

Com uma história que se passa mais de dez anos após o apocalipse zumbi, o programa mostrará jovens que já nasceram num mundo virado de cabeça para baixo, e lugar para sobreviver numa nação controlada pela Civic Republic Military. Por lá, Dr. Leo Bennett (Joe Holt) é um renomado geneticista e bioquímico, e que jura que conseguirá formular a cura para o vírus.

Ele desenvolve um tipo de vacina que tenta fazer com que as pessoas que morrem não acordem novamente, e sua pesquisa acaba inspirando as pessoas em suas comunidades, como as filhas, e protagonistas da história Iris (Aliyah Royale) e Hope (Alexa Mansoue r). “Ele é brilhante, e é por isso que fui escalado, suponho”, disse Holt rindo ao descrever seu personagem durante o painel virtual de The Walking Dead: World Beyond na Comic-Con. “Ele ostensivamente tenta ensinar a sabedoria que está obtendo sobre o que descobriu em termos de tentar curar essa praga, essa epidemia, e então parte para outra comunidade para tentar transmitir sua sabedoria e ajudá-los”.

O trabalho de Bennett o coloca sob o controle da pragmática líder de CRM Elizabeth Kublek (Julia Ormond), uma figura de autoridade cujo comportamento clandestino a coloca em desacordo com a rebelde Hope. “Ela é basicamente uma figura de alto escalão em uma nova comunidade a ser descoberta, uma comunidade bastante autoritária”, disse Ormond sobre Elizabeth. “Mais do tipo do personagem pragmatista que, em termos de Walking Dead, muitas vezes se inclina para talvez o povo sociopata”.

Mas ambos os personagens têm algo em comum: a luta para encontrar a possível cura do vírus. Na primeira temporada da série principal, Dr. Edwin Jenner (Noah Emmerich) chegou a dizer que acreditava que a origem da doença poderia ser microbiana, viral, parasitária ou fúngica. Será?