O Caminho de Volta decepciona nas bilheterias

O Caminho de Volta (Imagem: Divulgação)

O Caminho de Volta (The Way Back), drama protagonizado por Ben Afleck, chegou nos cinemas internacionais e sua bilheteria não está conseguindo alcançar o projetado. Segundo informações divulgadas, no Estados Unidos, o filme arrecadou cerca de US$ 8,5 milhões em bilheteria, e em outros cinemas ao redor do mundo conseguiu arrecadar somente US$ 640 mil, totalizando US$ 9,1 milhões arrecadados mundialmente.

O Caminho de Volta chegará nos cinemas nacionais no dia 24 de abril.

O longa metragem conta a história de Jack Cunningham que tenta superar a morte do filho e o divórcio. Mergulhado no alcoolismo, Jack recebe uma proposta para treinar o time de basquete de uma escola. O filme é dirigido por Gavin O’Connor. O elenco conta com Ben Affleck, Janina Gavankar, Al Madrigal e Hayes MacArthur.

Vale ressaltar que Ben Affleck passou por problemas com alcoolismo. Anteriormente em uma entrevista para a Variety, o ator contou sobre protagonizar um papel com o qual tem uma forte conexão com sua vida.

Para mim, é preciso uma conexão emocional com o personagem. Ele está passando por uma crise familiar, um divórcio. Mas também tem coisas que eu não conseguia imaginar. Uma delas é ser bom em basquete – Eu não sou. Você tenta trazer sua própria experiência de vida para as partes que consegue e usa a imaginação nas outras partes”, relatou Affleck.

O Caminho de Volta tem nota 7,3 / 10 no IMDb. No Rotten Tomatoes o drama tem 86% de aprovação da crítica e 85% da aprovação do público. Confira abaixo alguns comentários sobre o filme:

“‘The Way Back’ é um triunfo quando o diretor Gavin O’Connor cria um conto sobre o poder redentor do esporte e do objetivo e, em sua essência, é uma performance quase insuportavelmente pessoal de Ben Affleck”  – Blake Howard, Dark Horizons.

“Infelizmente, enquanto há algo a ser dito para uma história bem contada, quando há falta de paixão e sutileza, a experiência é insuportável” – Luke Parker, VoiceBoxOffice.

“Um conto geralmente não-clichê de alcoolismo e redenção por meio de esportes juvenis, elevado por desempenhos fortes e pelo poder do invisível” – Edwin Arnaudin, Asheville Movies.

Formado em administração e psicologia. Adora cartoons, animes e series animadas. Atualmente faz curso de desenho com especialização em cartoons.