Anna Paquin em O Irlandês (Reprodução)

Embora o drama O Irlandês seja estrelado por um elenco predominantemente masculino com nomes como Robert De Niro, Al Pacino e Joe Pesci; a atriz Anna Paquin também marca presença no mais novo longa do diretor Martin Scorsese, e em nova entrevista revela como foi trabalhar com o ícone do cinema.

Ele é incrivelmente bondoso e amigável e carinhoso, e totalmente não intimidador [mesmo que] todos assumam que ele deve ser intimidador”, contou à Netflix, estúdio responsável pela produção que já marca presença forte na temporada de premiações. Porém apesar do prestígio, nem tudo são flores.

Depois de receber críticas iniciais pelo resultado dos efeitos especiais usados para rejuvenescer os protagonistas, o projeto também sofreu represálias justamente pela breve participação de Anna como Peggy Sheeran, filha do assassino de aluguel Frank Sheeran (De Niro). Durante as três horas e meia de duração, Peggy fala apenas 7 palavras.

Sutileza

Depois de acusações de misoginia, o próprio Robert saiu em defesa da personagem: “Ela é muito poderosa. Talvez em outras cenas poderia ter havido mais interação entre ela e o Frank, possivelmente, mas foi assim que foi feito. Ela é ótima e [a sua atuação] ressoa no filme”, comentou ao USA TODAY.

Scorsese também fez questão de explicar suas escolhas ao The Film Stage: “Eu decidi que ela não precisava dizer nada. Se você vê seu pai fazer uma coisa dessas… sinto muito. Outra criança poderia aguentar, mas essa não. Ela olha para ele, e os olhares dela são incríveis. Ela tem uma única linha de diálogo no filme. É algo sobre o que não se pode falar. Ela sabe. Ela sabe quem ele é”.

O elenco conta também com Harvey Keitel, Ray Romano, Bobby Cannavale e Jesse Plemons. O Irlandês já se encontra no catálogo da plataforma.

Comentários

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui