O Pintassilgo pode amargar prejuízo de milhões de dólares

Logo do filme O Pintassilgo
Logo do filme O Pintassilgo usado em trailer oficial do longa (Reprodução/YouTube – Ingresso.com)

Nem tudo são flores para as companhias Warner Bros. Pictures, a Amazon Studios e a Color Force. As empresas, que são responsáveis pelo filme O Pintassilgo, podem amargar um prejuízo de milhões de dólares por conta do baixo desempenho do filme, dirigido por John Crowley. Nem mesmo um bom elenco, que conta com nomes de peso como Ansel Elgort, Nicole Kidman, Finn Wolfhard, Sarah Paulson, Luke Wilson, Jeffrey Wright e muitos outros, pode ser suficiente para salvar a produção.

Recentemente, já havíamos noticiado aqui no SpinOFF que O Pintassilgo tinha se tornado uma das maiores decepções para as companhias responsáveis. Agora, trazemos os números projetados, que prometem fazer um estrago com o nome do longa se confirmados.

Fracassando nas bilheterias e amargando duras críticas de analistas de cinema, o drama abriu com apenas US$ 2,68 milhões nos Estados Unidos, após sua passagem por mais de 2.500 salas de cinema, conforme dados do The Hollywood Reporter.

Com os dados do THR, as projeções indicam, até o momento, um prejuízo de US$ 40 a 50 milhões. O valor é bem próximo do orçamento empenhado para o filme, equivalente a US$ 40 milhões. A maior parte da fatura cairá no colo da Warner, distribuidora principal.

Vários fatores podem ter levado a esse baixo desempenho. Acredita-se que o principal deles seja o mercado e sua concorrência. O filme compete, nas salas de cinema, com uma forte produção, também da Warner, a sequência de It: A Coisa. A segunda parte da história de terror sobre o palhaço Pennywise, baseada na obra de Stephen King, dominou a bilheteria pela segunda semana consecutiva, chegando a quase US$ 41 milhões.

Possui Mestrado em Comunicação e Graduação em Jornalismo. Pesquisa cultura pop e também trabalha com o tema.