Orange is the New Black: Elenco abre o coração sobre o fim da série

Orange Is the New Black/Netflix

Um das séries mais queridas do público, Orange is the New Black, disse adeus com sua sétima e última temporada na Netflix. Após os momentos emocionantes da finale, o elenco comentou sobre os destinos das suas respectivas personagens.

Danielle Brooks comparou o enredo da sua personagem Taystee, que foi falsamente acusada do assassinato de Desi Piscatella, com os jovens de “Olhos Que Condenam”: “É muito difícil ceder à uma mentira. Quando o sistema que supostamente deveria servir justiça para aqueles acusados injustamente falha, como você se levanta? A Taystee é um exemplo para muitas pessoas de que você deve continuar em frente, e que a vida vale a pena ser vivida“. Mesmo com sua sentença perpétua, a personagem se tornou tutora de um programa especial dentro da cadeira e criou o Fundo Poussey Washington, em memória da sua melhor amiga, para ajudar condenadas a se reerguer. Já Piper (Taylor Schilling), que saiu da prisão antes do tempo, mudou-se para ficar mais perto da esposa Alex (Laura Prepon), que foi transferida. “Você quer ver a Alex e a Piper juntas, afinal elas passaram por muita coisa. Achei que a forma como os roteiristas finalizaram a história foi bem legal, e espero que os fãs sem sintam completos”, disse Laura.

Começo

Tanto o elenco quanto Piper Kerman, cuja história real inspirou a série, relembraram como OITNB foi pioneira na era do streaming, assim como seu papel com relação à representatividade. Para Brooke, isso foi essencial: “Ter esse precedente em Hollywood, com mulheres de cor contando essas histórias impecáveis – e que somos capazes de contá-las da mesma forma das nossas colegas brancas – a série fez um grande trabalho lembrando às pessoas que está tudo bem ser quem você é“, finalizou.

Cresceu vendo filmes ao invés de brincar na rua. Fã de ir ao cinema sozinha. Críticas e notícias sobre o mundo do entretenimento.

bostancı escort