Kristen Bell abandona sua personagem em série por ESTE motivo

Brendan e Molly em Central Park
Brendan e Molly em Central Park (Reprodução)

Nesta quarta-feira, 24 de junho, Kristen Bell, conhecida por sua personagem de The Good Place da Netflix, anunciou que deixaria de interpretar uma personagem birracial, filha de pais brancos e negros, na série animada Central Park. Outra atriz será escalada para viver Molly, após uma reflexão da atriz de que não é correto dentro de seu privilégio branco dar voz a uma personagem que com outra etnia, já que com isso pode estar tirando o trabalho de uma atriz que tenha menos oportunidades que ela.

“Depois de reflexão, Kristen, junto de todo o time criativo, reconhece que a escalação de Molly é uma oportunidade de acertar na representação — para escalar uma atriz negra ou de raça mista e dar a Molly uma voz que ressoe com todas as nuances e experiências da personagem assim como a desenhamos”, escreveram os criadores do desenho através de uma nota divulgada à imprensa.

Loren Bouchard, Josh Gad, Nora Smith, Halsted Sullivan e Sanjay Shah ainda elogiaram o desempenho e o engajamento da atriz durante toda a produção. “Kristen Bell é uma atriz extraordinariamente talentosa que se juntou ao elenco do Central Parkdesde quase o primeiro dia de desenvolvimento do programa – antes mesmo de haver um personagem para ela interpretar – e desde então ela tem apresentado uma performance engraçada, sincera e bonita”.

“Kristen continuará fazendo parte do coração do programa em um novo papel, mas encontraremos uma nova atriz para emprestar sua voz a Molly. Lamentamos profundamente que possamos ter contribuído para o sentimento de exclusão ou apagamento de alguém. Os negros têm trabalhado e continuarão trabalhando no Central Park, mas podemos fazer melhor. Estamos comprometidos em criar oportunidades para negros em todas as funções, em todos os nossos projetos – atrás do microfone, na sala dos roteiristas, na produção e na pós-produção. A animação será mais forte por termos tantas vozes, experiências e perspectivas quanto pudermos trazer para o setor. Nossa loja e nosso show serão melhores por respeitar as nuances e a complexidade em torno da questão da representação e tentar acertar”, completaram.