O Irlandês, da Netflix, é um dos filmes da plataforma que concorre a um Oscar em 2020 (Imagem: Divulgação / Netflix)
ANÚNCIO

Com a cerimônia do Oscar 2020 se aproximando, muitos querem saber quais filmes foram indicados e onde encontrar as atrações para maratonar antes da festividade. Com a chegada da Netflix, muita coisa mudou, já que a plataforma tem conseguido emplacar inúmeras obras entre os nomeados nas disputas por estatuetas. E, se você perdeu a lista, não se preocupe, nós apresentamos os filmes da Netflix que estão indicados.

Ao todo, são oito produções da Netflix que conseguiram indicações ao Oscar. As atrações de 2019 variam entre filmes de drama, como História de Um Casamento, e filmes de animação, como a produção Perdi Meu Corpo. No caso do primeiro aqui citado, o longa foi dirigido por Noah Baumbach e fala sobre divórcio, com as protagonizações de Adam Driver e Scarlett Johansson.

O filme concorre nas seguintes categorias: Melhor Filme, Melhor Ator (com Adam Driver), Melhor Atriz (com Scarlett Johansson), Melhor Atriz Coadjuvante (com Laura Dern), Melhor Roteiro Original (com Noah Baumbach) e Melhor Trilha Sonora (com Randy Newman). Já a animação Perdi Meu Corpo é um filme francês dirigido por Jérémy Clapin e que concorre na categoria de Melhor Animação. Outra animação que também disputa é o filme espanhol Klaus, de Sergio Pablos.

O Irlandês, filme de Martin Scorsese, concorre nas categorias de Melhor Filme, Melhor Diretor (com Martin Scorsese), Melhor Ator Coadjuvante (com Al Pacino e Joe Pesci), Melhor Roteiro Adaptado (com Steven Zaillian), Melhor Direção de Arte (com Bob Shaw e Regina Graves), Melhor Fotografia (com Rodrigo Prieto), Melhor Figurino (com Sandy Powell e Christopher Peterson), Melhor Montagem (com Thelma Schoonmaker) e Melhores Efeitos Visuais.

Dois Papas é um filme dirigido pelo cineasta brasileiro Fernando Meirelles e concorre às estatuetas de Melhor Ator (com Jonathan Pryce), Melhor Ator Coadjuvante (com Anthony Hopkins) e também Melhor Roteiro Adaptado (com Anthony McCarten). Na categoria de Melhor Documentário, há o brasileiro Democracia em Vertigem, da cineasta Petra Costa. Há ainda o filme Indústria Americana, de Steven Bognar e Julie Reichert. Fechando, na disputa por Melhor Documentário de Curta-Metragem, está A Vida em Mim, da dupla Kristine Samuelson e John Haptas.

Comentários

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui