Participante do Brincando com Fogo diz que programa mudou sua visão sexual

David Birtwistle, do Brincando com Fogo
David Birtwistle, do Brincando com Fogo (Divulgação)



Brincando com Fogo
virou um hit instantâneo da Netflix, pelo menos no Brasil. No reality, os participantes considerados atraentes foram colocados juntos em uma mansão no México para conviverem. Eles acreditaram que estavam lá só para passar um mês em meio a festas e muita pegação, mas a verdade era outra: Sem habilidades emocionais, eles deixavam de ganhar dinheiro caso fizessem qualquer ato sexual.

David Birtwistle foi um dos que entrou acreditando que era só mostrar seu corpo escultural para levar qualquer mulher para a cama, mas saiu de lá transformado, e ele falou sobre isso em uma entrevista para o site Screen Rant: “Foi uma experiência diferente de qualquer outra e fiquei muito orgulhoso por fazer parte dela. Eu me comprometi bastante com a jornada”, completou ele, que se mostrou educado, e de acordo com os espectadores do programa, foi quem mais aprendeu.

“É triste quando os homens acham que não podem chorar, porque isso não é considerado uma coisa masculina. Eu particularmente não me importo com isso. Todos nós temos uma complexidade de emoções humanas, incluindo os homens”, explicou ele que garantiu ter mudado alguns de seus velhos hábitos.

Durante uma das oficinas realizadas no programa para que os participantes pudessem conhecer a fundo os próprios sentimentos, ele acabou chorando em frente a outra participante, Rhonda. Isso fez com que os dois se aproximassem mais. “Rhonda e eu tivemos uma conexão muito bonita durante o workshop, uma amizade muito boa, e estamos ainda em contato. Naquele momento olhando para Rhonda, encarando-a por cinco minutos sem dizer nada, eu apenas parei de vê-la como um corpo, e consegui passar a enxerga-la como uma alma completa”.

David anteriormente havia dito que existe um certo tipo de manipulação por parte dos produtores do programa, garantindo que eles não obrigam ninguém a nada, mas sabem usar as palavras certas para fazer com que eles conversem com determinadas pessoas, ou deem o máximo de suas emoções, mesmo que negativas.