Patrick Stewart explica como Charles Xavier e Picard mudaram a sua vida

Patrick Stewart como Charles Xavier e Jean-Luc Picard (Imagem: Reprodução)

O professor Charles Xavier e Jean-Luc Picard são, com certeza, dois grandes papeis de destaque da carreira de Patrick Stewart. Em conversa com Henry Cavill, o Superman do DCEU, através de um bate papo da Variety, o ator veterano explicou como interpretar os personagens de X-Men e de Star Trek mudou a sua vida.

O ator fez sua estreia como Picard em 1987, na série Jornada nas Estrelas: A Nova Geração. Depois disso, ele interpretou o personagem nos cinemas e no ano passado voltou para a televisão em Star Trek: Picard, série da CBS All Access. Já como o mutante Xavier, ele apareceu pela primeira vez em X-Men: O Filme, lançado em 2000, e pela última vez em Logan, de 2017.

Na conversa com o protagonista de The Witcher, Stewart falou como que os dois papeis marcantes contribuíram para ele se tornar uma melhor versão de si mesmo. “Houve um toque disso com Jean-Luc Picard e Charles Xavier. Senti com os dois que eles têm um impacto, como você descreveu, na minha vida particular. Na medida em que havia um tipo de padrão de moralidade e comportamento que você precisava manter, porque, caso contrário, eles refletiriam negativamente sobre o personagem que você estava interpretando. Eu, ao longo dos anos, tive tantas histórias extraordinárias contadas a mim por pessoas que assistem a ‘Nova Geração'”, disse.

Stewart ainda falou sobre o retorno como Picard na série da CBS All Access, destacando a ligação de Star Trek e X-Men. “O que eu queria – para os roteiristas, citei o filme Logan que fiz com Hugh Jackman, o último dos filmes dos X-Men. Esse filme nos encontrou em condições totalmente diferentes de tudo que experimentamos antes, e foi emocionante para nós dois porque estávamos sendo continuamente desafiados. Eu disse aos meus colegas produtores: ‘Gostaria da mesma coisa’. O contraste entre o Picard que eu participei da ‘A Nova Geração’ e como os anos que se passaram o mudaram. Ele agora estava zangado, mal-humorado, culpado, triste, solitário, o que nunca havia estado antes”.

Lembrando que, Star Trek: Picard foi renovada e ganhará uma segunda temporada.

Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), apaixonada por literatura, cartas e pela magia do cinema. Escritora de histórias e trajetos dos amores.