Patty Jenkins se pronuncia sobre o adiamento de Mulher-Maravilha 1984

Patty Jenkins (Reprodução)

A pandemia do novo Coronavírus está fechando as salas de cinema ao redor do mundo como forma de evitar grandes aglomerações de pessoas e assim fazer com que o vírus pare de se disseminar. Além disso, diversas produções cinematográficas estão sendo paralisadas e grandes estreias estão sendo adiadas ou sendo lançadas diretamente em DVD, Blu-Ray ou streamings.

Esta semana, Warner Bros. veio a público compartilhar a decisão que tomou sobre a estreia de Mulher-Maravilha 1984, que estava prevista para 4 de junho deste ano. No comunicado, a empresa disse que não lançará o filme da Amazona em forma digital e que a estreia nos cinemas será adiada por dois meses e a nova data de lançamento foi marcada para o dia 14 de agosto de 2020.

Com o adiamento da estreia de Mulher-Maravilha 1984, Patty Jenkins, a diretora do filme, foi ao Twitter ser pronunciar sobre a decisão. Ela escreveu: “Nós fizemos Mulher-Maravilha 1984 para as telonas, e eu acredito no poder do cinema. Nesses tempos terríveis, quando os donos dos cinemas estão sofrendo assim como nós estamos, estamos animados em adiar o nosso filme para 14 de agosto de 2020, em um cinema próximo de você, e rezamos para que os tempos estejam melhores até lá”.

Mulher-Maravilha 1984 mostrará Diana Prince combatendo o crime e tentando se adaptar ao mundo dos humanos. O longa metragem ainda trará Kristen Wiig no papel de Mulher-Leopardo, a principal vilã do longa metragem. Além de ter novamente Gal Gadot no papel da super heroína, teremos o retorno de Chris Pine no papel de Steve Trevor, contudo, não foi revelado como o personagem retornou, visto que ele morreu no filme anterior.

O elenco também contará com Pedro Pascal como Maxwell Lord e Robin Wright como Antíope. As músicas foram compostas por Hans Zimmer e o figurino feito por Lindy Hemming. Além de dirigir, Patty Jenkins escreveu o roteiro junto com Geoff Johns e David Callaham.